Pavilhão desportivo da Penha abriu finalmente as portas

Pavilhão desportivo da Penha abriu finalmente as portas

346
PARTILHE
Macário Correia e Luís Coelho na cerimónia de inauguração
Macário Correia e Luís Coelho descerraram a placa de inauguração

Nove anos depois do início do processo e três presidências autárquicas volvidas, o Pavilhão Desportivo Municipal da Penha abriu finalmente as portas ao desporto na entrada este de Faro. Coincidência ou não com a proximidade do acto eleitoral de dia 29 de Setembro, este é um processo que Macário Correia, actual presidente da autarquia, encerra antes de abandonar a cadeira do poder na capital algarvia depois do mesmo ter passado pelas mãos de mais dois autarcas, José Vitorino e José Apolinário.

O projecto, que desde a sua génese tem mais de dez anos, vê assim nascer o tempo da sua efectiva utilização, o que põe fim a “mais de uma década de atrasos e recuos”, referiu a autarquia em comunicado de imprensa.

Inaugurado por altura da comemoração do Dia da Cidade, o pavilhão desportivo vai ser utilizado, inicialmente, por cerca de quinze associações desportivas do concelho de Faro, em modalidades como ginástica, basquetebol, voleibol, futsal, ténis de mesa, desportos de combate, danças, entre outros.

A nova infra-estrutura, há muito aguardada pelos farenses, disponibiliza uma área desportiva constituída por uma nave principal e um ginásio multiactividades e inclui ainda áreas destinadas a apoio às actividades, seis balneários para praticantes e dois balneários de árbitros, bancada fixa com cerca de 500 lugares sentados e bancada amovível com capacidade para cerca de 400 pessoas. A estas valências somam-se um bar, uma área técnica, e espaço para acolher o Gabinete Faro Activo, de promoção e aconselhamento da actividade física e, ainda, todos os utilizadores do projecto Sénior Activo, cerca de 500 praticantes, em actividades durante o dia.

- Pub -

 Processo atribulado

Recorde-se que o pavilhão agora inaugurado sofreu durante a sua execução várias vicissitudes entre as quais a falência de empreiteiros, dívidas da autarquia aos responsáveis pela construção, acções judiciais intentadas em tribunal e mesmo actos de vandalismo que ditaram a destruição de parte do equipamento que já estava colocado no local.

Ao que o POSTAL apurou o Pavilhão Desportivo Municipal da Penha conta na sua abertura com muito material necessário para o desenvolvimento das actividades que ali terão lugar que é oriundo das entidades que vão desenvolver a programação desportiva do espaço, situação que tornou mais baixos os custos de arranque na actividade da infra-estrutura.

A cerimónia de inauguração contou com Macário Correia e Luís Coelho, presidente da Assembleia Municipal, no descerramento da placa alusiva à abertura do equipamento desportivo mais esperado pelos farenses na última década.

O pavilhão integra assim o grupo de valências de equipamentos desportivos situado na zona da Penha contígua à Universidade do Algarve, que já conta com as piscinas municipais, um skatepark, um campo de futebol e com a pista de atletismo da cidade.

 

 

Facebook Comments

Comentários no Facebook