Porto Editora ganha Saramago

Porto Editora ganha Saramago

311
PARTILHE
José Saramago
Saramago, nobel da literatura português, faleceu em Junho de 2010

Desde o dia 22 que a dúvida pairava no mercado editorial português. Qual seria a chancela escolhida para publicar as obras do Nobel da Literatura português depois de, no passado dia 22, a Caminho ter tornado publico que não tinha chegado a acordo com as herdeiras do escritor José Saramago para continuar a ser a responsável pela publicação da obra do autor, 35 anos depois de ter dado início à parceria.

A questão teve resposta hoje e a escolha recaiu sobre a Porto Editora, que passa assim a ser a marca que detém no universo editorial os direitos sobre um dos nomes da escrita lusa com maior peso nacional e internacional.

De acordo com a Agência Lusa, a Fundação José Saramago difundiu um comunicado em que se refere que “as herdeiras de José Saramago escolheram a Porto Editora para editar e distribuir a obra literária de José Saramago, em Portugal e nos demais países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, à excepção do Brasil”.

Obra inédita antes do Verão

- Pub -

“Alabardas, alabardas, espingardas, espingardas”, um romance inédito do escritor português falecido em Junho de 2010, será, de acordo com declarações de fonte editorial citadas pela Agência Lusa, editado “antes do Verão” já com a chancela da nova editora.

Manuel Alberto Valente, da Porto Editora, passa a ser o editor responsável pela obra de Saramago.

Em comunicado, citado pela Agência Lusa, Pilar del Río e Violante Saramago Matos (viúva e filha do escritor), sustentaram que a Fundação e a Porto Editora “vão definir estratégias conjuntas de divulgação da obra do escritor em todo o mundo, com especial atenção à comunidade lusófona”.

Na escolha, as herdeiras elogiam o facto de a Fundação Círculo de Leitores, que faz parte do Porto Editora, ter criado o Prémio Literário José Saramago, que “distingue jovens escritores de língua portuguesa”, e sublinham o “impulso” que aquela fundação deu à carreira literária de José Saramago, com a edição de “Viagem a Portugal” em 1981. A edição desta obra “veio a permitir que [José Saramago] se dedicasse a tempo inteiro à escrita”, dizem.

A Porto Editora festeja 70 anos de existência e, do seu catálogo, fazem parte autores como Sophia de Mello Breyner Andresen, Mário de Carvalho, Mário Cláudio, Eugénio de Andrade e Valter Hugo Mãe. 

(com LUSA)

Facebook Comments

Comentários no Facebook