Carnaval de Loulé recorda Eusébio

Carnaval de Loulé recorda Eusébio

321
PARTILHE
Desidério Silva, Vítor Aleixo e Hugo Nunes
Da esquerda para a direita, Desidério Silva, Vítor Aleixo e Hugo Nunes na apresentação do Carnaval de 2014

A Câmara louletana apresentou ontem na sede do Atlético Sporting Clube o Carnaval 2014, que sairá à rua nos dias 1, 2 e 4 de Março, como sempre faça chuva ou faça sol.

Em ano de comemorações dos 40 anos do 25 de Abril, a sátira social e política não podiam deixar de estar presentes no corso mais importante da região, que nesta edição tem como tema base “Único e Irrevogável”.

O falecido Eusébio terá presença garantida no Carnaval louletano, garante a organização que avança ainda as presenças de figuras ilustrativas de Pedro Passos Coelho e António José Seguro e da chanceler alemã, Angela Merkel, a par dos presidentes dos três grandes clubes de futebol nacionais – Pinto da Costa, Luís Filipe Vieira e Bruno de Carvalho. Cristiano Ronaldo e a Selecção Nacional de Futebol são também personagens com presença confirmada.

Enquanto se prepara para os grandes dias de folia a autarquia, que aguarda a presença de mais de 100 mil pessoas, decidiu que metade dos fundos obtidos com a receita de bilheteira reverterão para o Fundo Social de Emergência do Município.

- Pub -

Com as entradas a custarem dois euros pode estar em causa, potencialmente, uma entrada de liquidez no fundo camarário de apoio social na ordem dos 100 mil euros.

Para Vítor Aleixo, o autarca local, “O Carnaval de Loulé, desde as suas origens, sempre foi uma festa muito vivida pela população louletana. Desde o seu princípio que se organizou sob o signo da solidariedade, as receitas arrecadadas destinavam-se à ajuda aos mais pobres, à população mais fragilizada, e nos últimos anos tem-se retomado, de certa maneira, essa tradição.

Os restantes 50% das receitas destinam-se às colectividades que integram a realização do Carnaval.

Custos

O Carnaval terá, anunciou o presidente da Câmara, “uma redução de custos da ordem dos 10 a 15%”, mas que “não afectará a qualidade do corso e dos festejos”, assegura.

Além da promoção realizada pela autarquia, o corso contará com a divulgação da Região de Turismo do Algarve (RTA), em particular no lado espanhol da fronteira.

Uma aposta de Desidério Silva, presidente da RTA, num evento que decorre em plena época baixa e que merece assim apoio como forma de ajudar a suavizar a sazonalidade turística na região.

 

 

Facebook Comments

Comentários no Facebook