PS quer variante a Faro terminada

PS quer variante a Faro terminada

296
PARTILHE
Obras da variante a Faro
Variante deveria ter ficado pronta em Fevereiro de 2012, reconhece a Estradas de Portugal

O PS/Faro afirmou hoje que quer por um termo às obras de construção da variante norte a Faro que, de acordo com documentos da Estrada de Portugal, deveria ter ficado pronta em Fevereiro de 2012.

A obra da responsabilidade do Governo e incluída no pacote da requalificação da Estrada Nacional 125, está parada e, quer no mandato de Macário Correia à frente da Câmara de Faro, quer no actual de Rogério Bacalhau, não só não avançou como não deu quaisquer sinais de poder avançar no curto prazo.

Os socialistas farenses – que já apelidam a obra como “obra de Santa Engrácia” – voltam à carga, depois de terem dado nota semelhante durante o mandato de Macário Correia, e exigem uma solução para a situação, agora que se sabe que esta variante bem como a requalificação de toda a Estrada Nacional 125 não incluem o plano de investimento estratégicos do Governo na área dos transportes e comunicações cujo estudo base foi recentemente divulgado.

De acordo com o PS/Faro, a força política “não pode deixar de aproveitar a presença hoje na Capital do Algarve do Secretário de Estado das Infra-estruturas, Transportes e Comunicações para lançar publicamente o repto de que não saia de Faro sem definir uma data concreta para a conclusão da Variante Norte”.

- Pub -

Petição a favor do avanço da obra está na rua

A estrutura concelhia farense do PS, recorda na nota de imprensa enviada às redacções, que “lançou em Janeiro uma petição pública (VER) exigindo a conclusão imediata daquela obra rodoviária, lançada em 2009 pelo Governo do PS, fundamental para a melhoria da fluidez do trânsito no interior da cidade, estimando-se que venha a retirar cerca de 20 mil carros por dia do interior de Faro”.

“Agora que o PSD Faro parece querer juntar-se ao Partido Socialista na exigência da conclusão da Variante Norte a Faro [refere o comunicado socialista], sugerimos que o presidente da CCDR Algarve convide o Sr. Secretário de Estado, Sérgio Monteiro a visitar aquela que já é apelidada de «nova obra de Santa Engrácia» para que o Governante possa ver «in loco» a degradação dos taludes e dos trabalhos efectuados, verificar os transtornos que o corte das estradas municipais, nomeadamente na Penha e no Rio Seco, estão a causar às populações obrigadas a efectuar grades desvios para sair e regressar a casa e principalmente perceber a importância que esta via tem para a economia e para a qualidade de vida dos farenses”.

O líder socialista concelhio, Luís Graça, que tem continuamente insistido nesta matéria, refere que “é inadmissível que o Governo venha ao Algarve falar de futuras obras prioritárias para o País sem antes concluir as obras públicas que estão paradas na região.”

Facebook Comments

Comentários no Facebook