Pára-quedismo soma vítimas na região

Pára-quedismo soma vítimas na região

351
PARTILHE
Um morto e um ferido são o saldo do dia de hoje em Portimão
Um morto e um ferido são o saldo do dia de hoje em Portimão

Um inglês em 2012, uma portuguesa em 2013 e, hoje, um alemão, fazem a contagem de mortos durante a prática de pára-quedismo em Alvor, Portimão, subir para três vítimas.

Um homem de nacionalidade alemã, de 40 anos, morreu hoje durante um salto de pára-quedas, nas imediações do aeródromo da Penina, em Portimão, disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Faro.

Segundo a mesma fonte, a vítima estava a realizar treinos relacionados com o encontro anual de pára-quedismo Skydive Algarve Spring Boogie, que arrancou no sábado naquele aeródromo, havendo ainda a registar um ferido, que também saltava de pára-quedas.

Fonte da organização do evento disse à Lusa que se tratava de um pára-quedista experiente, com cerca de 400 saltos efectuados, sendo ainda desconhecidas as causas do acidente, embora tenha admitido que possam relacionar-se com o vento, por vezes forte, que se faz sentir no Algarve.

- Pub -

A queda do pára-quedista, que saltava com mais pessoas, deu-se na zona do Vale da Zorra, cerca das 13 horas.

O CDOS não dispõe ainda de informações relativamente ao estado do pára-quedista ferido. No local estiveram quatro ambulâncias, do INEM e dos Bombeiros de Lagoa e uma patrulha da GNR, num total de 13 operacionais.

Este é o terceiro acidente mortal do género, em Portimão, no último ano e meio. 

(Com Agência Lusa)

Facebook Comments

Comentários no Facebook