Tavira dedica exposição ao coronel Melo Antunes

Tavira dedica exposição ao coronel Melo Antunes

320
PARTILHE
Quartel da Atalaia
Quartel da Atalaia acolhe exposição sobre uma figura incontornável da Revolução de Abril

A exposição “Liberdade e coerência cívica – o exemplo de Ernesto Melo Antunes – na história contemporânea portuguesa”, inaugura no próximo sábado, pelas 18 horas, no Quartel da Atalaia, em Tavira, no âmbito das comemorações do 40.º aniversário do 25 de Abril.

A exposição, organizada em estreita colaboração entre a Câmara de Tavira, o Regimento de Infantaria n.º 1, a Associação 25 de Abril e a família Melo Antunes, representada por seu irmão Fernando Melo Antunes, estará patente até ao próximo dia 31 de Agosto e pode ser visitada, todos os dias, até ao final do mês de Junho, das 10 às 18 horas e, nos meses de Julho e Agosto, das 10 às 22 horas.

Ernesto Melo Antunes foi uma das figuras centrais do Movimento dos Capitães que em 25 de Abril de 1974 derrubou a ditadura e devolveu a liberdade e a democracia ao povo português.

Nascido em Lisboa, em 1933, o coronel Melo Antunes antes de ingressar na Escola do Exército viveu durante sete anos em Tavira, cidade que muito gostava e que visitava com regularidade e onde se encontrava com os amigos. Seguiu a carreira militar como o seu pai, cumpriu três comissões de serviço em África, mas sempre ligado à oposição ao regime.

- Pub -

Pela sua capacidade intelectual e formação política, assume papel central e doutrinário na Revolução da Abril de 1974, coordenando a redacção do famoso manifesto “O Movimento, as Forças Armadas e a Nação“ e o programa político dos “3 D”: democratizar, descolonizar e desenvolver.

Foi membro da Coordenadora do MFA, Conselheiro da Revolução, presidente da Comissão Constitucional, conselheiro de Estado, ministro sem pasta dos II e III Governos Provisórios, ministro dos Negócios Estrangeiros no IV Governo Provisório e sub-director Geral da UNESCO (1986-88). Em 1991 passou à reforma, falecendo a 10 de Agosto de 1999.

Facebook Comments
PARTILHE
Email: jornalpostal@gmail.com

Comentários no Facebook