Vida e obra de Bordalo Pinheiro em Castro Marim

Vida e obra de Bordalo Pinheiro em Castro Marim

251
PARTILHE
Rafael Bordalo Pinheiro
Rafael Bordalo Pinheiro criou a figura do Zé Povinho

A Biblioteca Municipal de Castro Marim promove, a partir de hoje, 14 de Março, até 18 de Maio, a exposição itinerante dedicada à “Vida e obra de Bordalo Pinheiro”.

A exposição cedida pelo Museu Bordalo Pinheiro, em Lisboa, que pode ser visitada de segunda a sexta-feira das 9 às 13 e das 14 às 18 horas, é constituída por quatro blocos com informação que retratam a vida de um dos maiores autores e caricaturistas portugueses do século XIX.

Rafael Bordalo Pinheiro nasceu em Lisboa a 21 de Março de 1846 e morreu a 23 de Janeiro de 1905, tendo iniciado os estudos de desenho pela mão do seu pai, o pintor Manuel Bordalo Pinheiro, revelando desde cedo o gosto pela vertente caricatural, o que o levou a matricular-se na Academia de Belas Artes.

Do seu vasto e rico currículo destacam-se inúmeras exposições, o desenho satírico e caricatural em jornais e revistas, tendo por base as personagens mais ilustres da sua época, bem como a situação político-social vivida no país. Foi fundador dos jornais humorísticos de êxito reconhecido como “A Berlinda”, “O António Maria” e “A Paródia”.

- Pub -

O seu talento alargou-se ao campo da cerâmica, onde ajudou a recuperar a loiça das Caldas da Rainha, introduzindo criatividade e perfeição, através das várias figuras caricaturais que criou, nomeadamente, o célebre Zé Povinho. Também a ele se ficou a dever a construção do Pavilhão de Portugal para a exposição de Paris de 1889.

Facebook Comments

Comentários no Facebook