AENA quer reforçar competitividade de Sevilha face a Faro

AENA quer reforçar competitividade de Sevilha face a Faro

273
PARTILHE
O Aeroporto de Sevilha é o mais próximo de Espanha em relação à fronteira com o Algarve
O Aeroporto de Sevilha é o mais próximo de Espanha em relação à fronteira com o Algarve

A entidade responsável pela gestão do aeroporto de San Pablo, em Sevilha, aposta na área do marketing para reforçar a competitividade da infra-estrutura aeroportuária da cidade, num quadro em que identifica o Aeroporto de Faro como um dos perigos para o crescimento da infra-estrutura aeroportuária da capital da Andaluzia.

O plano de marketing da Agência Espanhola de Navegação Aérea, avançam vários jornais espanhóis, foi discutido no Comité de Coordenação Aeroportuária da Andaluzia entre a agência, a Junta da Andaluzia (Governo da Comunidade Autónoma), a Câmara de Sevilha e os sindicatos.

No âmbito deste plano estão já indicadas as novas rotas a abrir a partir deste mês no Aeroporto de Sevilha, entre as quais estão as ligações a Bruxelas pela Brussels Airlines, cinco novas rotas a cargo da Vueling entre as quais as com origem nas Astúrias e em Palma de Maiorca, o reforço dos voos Ryanair desde o Reino Unido, as ligações a Lyon e Nantes em França e a Pisa na Itália e, ainda, o início de operação da Smatrwings a partir de Praga.

De acordo com as informações veiculadas a AENA pretende dar incentivos tarifários, bem como apostar na publicidade para fazer crescer o número de passageiros do Aeroporto de San Pablo.

- Pub -

A empresa considera que o aeroporto tem possibilidade de se apresentar às companhias aéreas como um destino apetecível para ligar as cidades europeias a vários destinos de costa do sul da Andaluzia, mas também ao Algarve “em áreas servidas pelo Aeroporto de Faro” às quais é fácil chegar a partir de Sevilha por auto-estrada.

A AENA identifica como debilidades a ultrapassar para o crescimento do aeroporto da capital andaluza, a excessiva dependência do tráfego nacional espanhol e das empresas de operação low cost, a concorrência do AVE (ferrovia de alta velocidade espanhola) e o Aeroporto de Faro, principal concorrente no acesso à costa onubense, ou seja da província de Huelva.

A discussão do plano da AENA regressa à ordem do dia amanhã, data em que se reúne de novo o Comité de Coordenação Aeroportuária da Andaluzia.

Facebook Comments

Comentários no Facebook