Câmara de Loulé aposta no turismo sénior

Câmara de Loulé aposta no turismo sénior

226
PARTILHE

 

Autarca louletano quer apostar nos lares do interior do concelho
Autarca louletano quer apostar nos lares do interior do concelho

A adaptação dos lares de idosos mais recentes do interior de Loulé para captar turismo sénior e dar sustentabilidade financeira àqueles equipamentos é uma hipótese que está a ser estudada pela autarquia, disse à Lusa o presidente da autarquia.

“Estamos muito preocupados com a sustentabilidade financeira de alguns equipamentos que são recentes, têm grande qualidade e que estão no interior do concelho, mas que têm poucos utilizadores”, explicou Vítor Aleixo, sublinhando que o objectivo não é obter lucro, mas garantir a sustentabilidade dos lares.

Caso a proposta do executivo municipal seja bem acolhida pelas instituições particulares de solidariedade social visadas, aquele responsável municipal admite que as atenções se deverão virar para os equipamentos mais recentes, nomeadamente os lares da aldeia da Tôr, de Benafim e de Salir.

- Pub -

“Se pensarmos em captar cidadãos estrangeiros para esses lugares têm de ser equipamentos recentes que respondam aos padrões mais exigentes de conforto, alojamento e de cuidados médicos e de enfermagem”, reforçou o presidente da câmara.

Objectivo é conseguir garantir uma gestão sustentável

Vítor Aleixo sublinhou que quando fala na rentabilização daqueles equipamentos não tem como objectivo a obtenção de lucros mas sim conseguir garantir uma gestão sustentável “em que não tenham contas deficitárias” e que não precisem de apoios permanentes da autarquia para manter a actividade.

Os problemas dos equipamentos que acolhem idosos no interior do concelho parecem estar relacionados com o aumento de vagas numa altura em que a procura diminuiu e até alguns dos idosos são retirados das instituições onde residiam porque as famílias têm dificuldade em pagar as mensalidades, acrescentou.

O lar de terceira idade da aldeia da Tôr, aproximadamente a 11 quilómetros da sede do concelho, tem as obras concluídas e quando entrar em funcionamento vai ter capacidade para acolher 57 utentes em permanência.

O lar de Salir, a quase 16 quilómetros da sede do concelho, tem capacidade para acolher 30 idosos em permanência, enquanto o lar de Benafim, a 19 quilómetros da cidade de Loulé, tem capacidade para albergar 18 utentes.

Estes projectos foram construídos com fundos repartidos entre a Câmara de Loulé, a Segurança Social e as instituições particulares de solidariedade social promotoras dos projectos e responsáveis pela sua gestão.

(Agência Lusa)

Facebook Comments
PARTILHE
Email: jornalpostal@gmail.com

Comentários no Facebook