CCDR debate sector dos serviços

CCDR debate sector dos serviços

298
PARTILHE
Em Loulé estará em análise o sector dos serviços
Em Loulé estará em análise o sector dos serviços

O ciclo de debates Made in Algarve da responsabilidade da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve vai levar até Loulé, na próxima quinta-feira, mais uma sessão desta iniciativa, desta vez dedicada à discussão do sector dos serviços.

O debate vem na sequência das três anteriores sessões realizadas em Albufeira, Tavira e Vila Real de Santo António, respectivamente dedicadas aos sectores do turismo, das actividades ligadas à terra e, finalmente, ao sector do mar.

Marcada para as 14.30 horas, no auditório do NERA, na zona industrial louletana, o evento pretende analisar o papel dos serviços como “motor do desenvolvimento da economia Regional, em particular no suporte e valorização da actividade turística e sua ligação à estratégia de crescimento inteligente”, num debate que acontece no” momento em se conclui o programa operacional do quadro comunitário de apoio 2014 – 2020”, refere a CDDR em nota de imprensa.

Quatro oradores

- Pub -

Susana Sousa, jornalista do jornal Baixo Guadiana, assume a moderação do debate onde terão intervenções iniciais o presidente da CCDR, David Santos, o autarca de Loulé, Vítor Aleixo, o presidente do NERA, Vítor Neto, e o administrador da SPAST – Grupo Elis, Leal Mendes.

Durante o evento, avança ainda a CCDR, a Deloitte vai apresentar a sua visão de serviços de futuro com base nas “Plataformas de Desenvolvimento de Centros de Serviços Partilhados”, que se podem revelar uma interessante opção estratégica para Portugal e para a região.

A Elis, líder europeu na área da locação e manutenção de artigos têxteis e vestuário profissional, vem a Loulé focar a sua apresentação nos seus valores que passam pela busca constante da inovação e pelo do reforço da sua posição em novos mercados. De acordo com a organização, “o grupo Elis, através da Sociedade Portuguesa de Aluguer e Serviço de Têxteis (SPAST), investiu, em 2010, oito milhões de euros no novo centro industrial em Algoz. Para apoiar o financiamento, o grupo beneficiou do apoio do PO Algarve 21, os fundos comunitários do QREN”.

Inscrições gratuitas

O programa e as inscrições para “Serviços no Horizonte 2014 – 2020” estão disponíveis em www.cccdr-alg.pt . A entrada nos debates é gratuita mas a inscrição é obrigatória.

Ainda antes da sessão de encerramento, que terá lugar no Teatro Municipal de Faro, este ciclo de debates tem agendada uma deslocação a Monchique para falar sobre o sector da indústria. Um périplo que se destina a cobrir todas as áreas chave da actividade económica no quadro do desenvolvimento do próximo quadro de apoio de fundos comunitários e a ouvir os agentes de cada sector num contributo que se pretende maximizador das potencialidades associadas à alocação dos fundos europeus.

Facebook Comments

Comentários no Facebook