Projecto ‘Loulé, cidade dos mercados’ arranca em Maio

Projecto ‘Loulé, cidade dos mercados’ arranca em Maio

264
PARTILHE
apresentação do roteiro
O vereador Hugo Nunes falou no potencial de dinamização do roteiro

A Câmara Municipal de Loulé apresentou na passada quarta-feira o novo roteiro turístico da cidade, cujo percurso liga os dois mercados emblemáticos da cidade e convida a conhecer o comércio, o património, a cultura, a gastronomia e a animação.

O projecto, intitulado “Loulé, cidade de mercados”, arranca a 3 de Maio e deverá repetir-se todos os primeiros sábados de cada mês, entre as 9 e as 16 horas, explicou o representante da Associação do Comércio e Serviços da Região do Algarve (ACRAL), José Leal.

O roteiro nasceu da vontade de potenciar a dinâmica turística e comercial da cidade aos sábados, particularmente dirigida para o Mercado Municipal de Loulé e para o Mercado de Santo António, promovida como “Gipsy Market”, e entre esses dois pontos da cidade criar pontos de interesse e prolongar a permanência dos turistas.

À margem do evento, o vice-presidente da Câmara de Loulé, Hugo Nunes, falou no potencial de dinamização do roteiro, mas destacou a capacidade de reorganização das visitas da cidade e a possibilidade que é dada aos visitantes de conhecerem e desfrutarem a cidade de uma forma mais rica.

- Pub -

Roteiro começa no coração da cidade

O mapa do roteiro começa quase no coração da cidade, na Rua Maria Campina, onde se realizará um mercado de artes, seguindo-se a passagem pelo Mercado Municipal com arquitectura de inspiração neoárabe e onde são vendidos os produtos frescos e tradicionais, um mercadinho temático perto da zona histórica, um mercado de flores, um mercado de velharias, um espaço dedicado à gastronomia e o mercado de Santo António.

Pelo percurso, os visitantes vão ter oportunidade de conhecer espaços emblemáticos da cidade como a Igreja Matriz, o Jardim dos Amuados, as Bicas Velhas, o Castelo, a Ermida de Nossa Senhora da Conceição, o Convento de Santo António ou a galeria de arte do Convento Espírito Santo.

O conceito deste roteiro nasceu durante umas tertúlias promovidas pela Casa da Cultura de Loulé em que os participantes se debruçaram sobre o problema da reabilitação do centro da cidade.

Em Dezembro de 2013, um dos membros da Casa da Cultura, Joaquim Mealha, havia adiantado à Lusa que era necessário “dar uma dimensão a Loulé enquanto cidade mercado e criar uma linha de continuidade, criando pontos de ligação” a espaços com outras actividades.

A discussão desta ideia com a ACRAL fez nascer um roteiro que está agora a ser apoiado pela autarquia que já está a conceber novos roteiros.

“A cidade de Loulé é uma cidade de mercados e essa é a sua tradição económica e histórica, mas há muitas outras coisas que valem a pena serem descobertas em Loulé e com certeza iremos dar conta desses percursos que serão propostos às pessoas que nos visitam”, comentou Hugo Nunes.

O projecto foi apresentado a vários operadores turísticos, guias turísticos e agências de viagens da região em pleno Mercado Municipal de Loulé, um dos mercados de ex-líbris da cidade integrado neste roteiro.

Os mapas do roteiro vão ser distribuídos gratuitamente e poderão ser solicitados nas lojas de comércio tradicional da cidade e nos postos de turismo, explicou Hugo Nunes.

(Agência Lusa)

 

Facebook Comments
PARTILHE
Email: jornalpostal@gmail.com

Comentários no Facebook