Loulé comemora 40 anos da Revolução dos Cravos

Loulé comemora 40 anos da Revolução dos Cravos

244
PARTILHE
Pórtico do Convento de Santo António
O poeta Nuno Júdice escreveu uma frase no pórtico do Convento de Santo António

A Câmara Municipal de Loulé e a Comissão Concelhia das Comemorações dos 40 anos do 25 de Abril no concelho de Loulé, em parceria com outras entidades, promovem um vasto programa comemorativo para celebrar o 40º aniversário da Revolução dos Cravos.

As celebrações arrancam no dia 24 de Abril, a partir das 10.30, com a iniciativa da Escola Secundária de Loulé “A Poesia está na Rua” e que tem por objectivo ligar a Escola à Comunidade. E porque os poetas tiveram também um papel importante na Revolução, um grupo de alunos da Secundária vai levar o colorido das palavras às ruas da cidade, chamando a atenção para algumas das mensagens dos “Poetas de Abril”, como é o caso de Manuel Alegre ou Sophia de Mello Breyner Andresen.

Pelas 15 horas, o Café Calcinha recebe a Tertúlia “Vimos, Ouvimos e Dizemos”, com apresentação de José Ruivinho Brasão e narrativas de Almerinda Coelho, Leonor Joaquim e Maria José Ferreira

À noite, a partir das 21.30, o Cine-Teatro Louletano recebe o Concerto “As Quatro Estações”, de Vivaldi, por João Pedro Cunha e solistas da Orquestra Clássica da Academia de Música de Lagos. A entrada é livre.

- Pub -

Espectáculo de fogo-de-artifício em Loulé e Quarteira assinala hora do derrube da ditadura

Quando forem 00h20’19’’ da madrugada do dia 25, no exacto momento em que há 40 anos foi emitida a senha para o arranque das unidades militares em todo o país, dando origem ao derrube da Ditadura, haverá um espectáculo de fogo-de-artifício, em simultâneo, nas cidades de Loulé e Quarteira.

Já no dia 25, às 9.30, tem início o programa oficial, com o Hastear da Bandeira no edifício dos Paços do Concelho, desfile dos Bombeiros Municipais de Loulé, Banda Filarmónica Artistas de Minerva e Majoretes de Loulé. Às 10.30, neste local, irá actuar o Rancho Folclórico Infantil e Juvenil de Loulé.

Na Sala da Assembleia Municipal, Edifício Eng.º Duarte Pacheco – a “Casa da Democracia de Loulé” – tem lugar, pelas 11 horas, uma sessão comemorativa do 25 de Abril.

Às 12.30 é inaugurada a exposição “Símbolos e Documentos de Abril”, no Convento de Santo António, em Loulé. Esta iniciativa, que decorre até 30 de Setembro, conta com o apoio do Centro de Documentação 25 de Abril da Universidade de Coimbra, Fundação Mário Soares, Associação 25 de Abril e Museu Militar de Elvas. “Símbolos e Documentos de Abril” avivam a memória. Torna determinantes aqueles que ficaram fora dos textos oficiais, e revela humanos, aqueles que foram colocados no painel deificado da história. A Comissão Concelhia para a Comemoração dos 40 Anos do 25 de Abril pretende, com esta exposição, homenagear os cinco mil soldados que estiveram no movimento, os líderes e o Povo, recorrendo a documentos originais, objectos, filmes, fotografias; e com a reconstituição figurativa de alguns espaços determinantes na história do Movimento das Forças Armadas.

Para assinalar o momento, no Pórtico do Convento vai estar inscrita a frase “No arco de Abril roda a Liberdade”, da autoria do poeta Nuno Júdice.

Refira-se que esta Exposição abrirá ao público no final da manhã do dia 26, após a chegada a Loulé da chaimite que ficará integrada no corpo da exposição. Esta chaimite fará um percurso pelas ruas da cidade – entrada pela Av. Andrade Sousa, Largo de São Francisco, Rua da Barbacã, Praça da República, Avenida José da Costa Mealha, Rua José Afonso e Largo Salgueiro Maia onde será prestada homenagem ao grande Capitão de Abril. No local estará exposto um painel com a imagem desta emblemática figura da Revolução e as bandeiras de todas as freguesias do Concelho de Loulé e da Comissão Concelhia das Comemorações dos 40 anos do 25 de Abril.

Ainda no dia 25 de Abril, pelas 21 horas, é apresentado no Cine-Teatro Louletano o filme “A Hora da Liberdade”

“A Hora da Liberdade” é uma ficção documental emitida pela SIC, em 1999, que retrata os diversos acontecimentos que pautaram o golpe militar de 25 de Abril de 1974, responsável pela restauração da Democracia em Portugal. É da autoria de Emídio Rangel, Rodrigo Sousa e Castro e Joana Pontes que assegurou, igualmente, a realização. A entrada é livre

Outras iniciativas nas freguesias

 Durante toda a amanhã haverá animação de rua nas freguesias do concelho, pela Banda Filarmónica Artistas de Minerva (Loulé, Almancil e Quarteira), Associação Satori (Salir) e Majoretes de Loulé (Boliqueime).

Em Quarteira, no Pólo da Biblioteca Municipal, pelas 21.30, Afonso Dias apresenta o Recital de Poesia “Liberdade! Liberdade!”.

Em Alte, o dia 25 de Abril é marcado por diversas iniciativas ligadas ao aniversário da Revolução. Destaca-se desde logo a 16ª Maratona BTT e Passeio da Liberdade, a partir das 10 horas, naquela que é uma das mais emblemáticas provas do género que decorrem no país. Entre as 11 e as 17 horas, na Fonte Pequena, vai estar patente ao público um “Mercadinho de Artesanato e Produtos Regionais”, uma mostra das tradições serranas ao nível do artesanato e da gastronomia. No mesmo local, a tarde será animada pelo grupo Ao Luar Teatro, que apresenta “A Charanga do Pintassilgo.

Também nesta típica aldeia, às 10 horas, é inaugurada a Exposição de Fotografia “25 de Abril, Sempre!” e pintura mural “Os Muros não se calam, na Horta das Artes. Neste local, pelas 17 horas, realiza-se o debate “1974-2014 – Os nossos Capitães”.

No Ameixial, acontece nos dias 25, 26 e 27 de Abril, o Walking Festival – 2º Festival de Caminhadas do Algarve. Serão três dias de percursos pedestres temáticos, corridas de montanha, workshops, animação, música, gastronomia, conversas, descoberta e convívio, em plena Serra do Caldeirão.

Em Almancil, vai ter lugar no dia 25, pelas 10 horas, a pintura de uma tela alusiva à efeméride, seguindo-se o hastear da Bandeira e a inauguração da obra de requalificação da Rua 25 de Abril. A Associação Olhos da Juventude, membro da Comissão Concelhia, realiza pelas 14.30, no Jardim das Comunidades, a construção de um “Cravo Humano”. Nesta freguesia destaca-se ainda, no sábado, dia 26, o IV Torneio da Liberdade, no Estádio de Futebol (das 9 às 19h30), a apresentação e lançamento do livro “Recolha e Reminiscência da Revolução”, a exposição de pintura alusiva aos 40 anos do 25 de Abril, de Manuel Hilário de Oliveira e a visualização dos esboços de mural e escultura, que serão inauguradas no próximo mês de Agosto.

“Este conjunto de iniciativas pretendem não só assinalar e recordar esta efeméride mas, fundamentalmente, promover junto dos mais novos, de forma pedagógica, os valores fundamentais daquele que foi um dos mais importantes e decisivos momentos históricos do nosso país”, afirma a Câmara de Loulé em nota de imprensa.

Facebook Comments

Comentários no Facebook