Portimão assinala 40 anos da Revolução de Abril

Portimão assinala 40 anos da Revolução de Abril

220
PARTILHE
Museu de Portimão
O Museu de Portimão estará aberto a quem quiser conhecer a história e o património do concelho

São vários os momentos altos do programa com que Portimão assinalará o 40º aniversário do 25 de Abril, onde a música e a arte desempenham um papel de relevo na evocação dos ideais de liberdade e democracia.

Destaque no dia 23 de Abril para a exposição de fotografias de Adriano Correia de Oliveira, que será inaugurada às 18.30 na Casa Manuel Teixeira Gomes, com a participação do Conservatório de Música de Portimão.

A mostra, que poderá ser apreciada até 4 de Maio, foi cedida pelo Centro Artístico, Cultural e Desportivo Adriano Correia de Oliveira e reúne imagens sobre a vida e obra de um dos expoentes da geração de cantores da resistência ao Estado Novo, imortalizado pelo tema “Trova do Vento que Passa”, entre outras canções de intervenção.

A música e as palavras que uniram vontades continuarão em plano de evidência nestas comemorações, através do concerto “Cantos de Abril: 40 anos, 40 cantigas” que na noite de 24 de Abril, às 21.30, reunirá no Grande Auditório do TEMPO a Sopa dos Pobres, com Afonso Dias, Sónia Flores e Luís Lourenço, que interpretarão as canções da resistência à liberdade, de Zeca a Adriano, passando por Ary, Sophia, Manuel Alegre, Ruy Mingas, Manuel Freire e muitos outros, num espectáculo de entrada livre cujos bilhetes já se encontram disponíveis no local.

- Pub -

Cerimónias iniciam-se às 10.30 na Praça 1º de Maio

 As cerimónias oficiais do dia 25 de Abril têm início às 10.30 na Praça 1º de Maio, fazendo parte do programa o hastear das bandeiras e a interpretação do hino nacional pela Banda Filarmónica da Sociedade Filarmónica Portimonense e Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Portimão, a que se seguirá a sessão solene, com leitura de textos alusivos ao 25 de Abril por parte de alunos do 4º ano de cada agrupamento de escolas do município, bem como as intervenções dos representantes dos partidos políticos com assento na Assembleia Municipal de Portimão, do respectivo presidente e da presidente da Câmara de Portimão, intercaladas por Sons de Abril interpretados pelo Grupo Coral Adágio e pelo Conservatório de Música de Portimão.

Em seguida, será inaugurada a escultura alusiva aos 40 anos do 25 de Abril, da autoria de Paula Hespanha e Manuel Pedro Ferreira Chaves, que representa o cravo, principal símbolo da Revolução de 1974, terminando a cerimónia com a tradicional largada de pombos.

Na sua décima edição, a Corrida da Liberdade vai juntar na Zona Ribeirinha de Portimão, a partir das 10 horas, algumas centenas de atletas de todas as idades, podendo as inscrições ser feitas até 23 de Abril na Associação de Atletismo do Algarve.

A partir das 15 horas, a Alameda da República será palco da tradicional festa popular “Viver Abril”, onde não faltarão a música, a dança e a animação para todos os gostos e idades, com a participação de associações e artistas locais.

Ao longo do dia, os sons da Revolução dos Cravos percorrerão as ruas do centro da cidade, com a passagem dos comunicados radiofónicos e das músicas que marcaram o 25 de Abril de 1974, sendo ainda de referir que nesta data as portas do Museu de Portimão estarão abertas a quem desejar conhecer a história e o património do município, proporcionando entrada livre a todos os visitantes.

Como é tradicional, o movimento associativo preparou uma série de festividades, que passam por diversas manifestações desportivas e culturais, como é o caso da “Mostra Filatélica sobre o 40.º Aniversário do 25 de Abril”, organizada pela Associação Filatélica Alentejo – Algarve e patente de 23 a 27 de Abril na Casa Manuel Teixeira Gomes, espaço onde a partir das 21.30 de 23 de Abril terá lugar a tertúlia “A Arte da Revolução”, promovida pela associação Teia d’Impulsos e na qual participarão o pintor e militar de Abril Franco Charais e o poeta Fernando Reis Luís, à conversa sobre o lugar e o papel da arte no despertar das consciências e na expressão dos valores da liberdade e da igualdade.

 

Facebook Comments

Comentários no Facebook