Projecto Re-food arranca em Almancil

Projecto Re-food arranca em Almancil

299
PARTILHE
Re-food
Projecto recolhe comida excedente e distribui a famílias carenciadas

A população de Almancil, no concelho de Loulé, está a angariar esforços e vontades para lançar o projecto Re-food na região algarvia, que terá como ponto determinante a reunião sementeira marcada para 11 de Abril, pelas 19.30 horas , na Escola EB 2, 3 Dr. António de Sousa Agostinho.

A reunião vai contar com a presença do fundador do projecto, Hunter Halder, um americano residente em Lisboa que começou a recolher refeições que sobravam nos restaurantes e cafés do seu bairro para depois distribuí-los pelas pessoas carenciadas. Presente neste momento estará também o executivo de Câmara de Loulé que apoia esta causa solidária.

O projecto Re-food é um esforço eco humanitário e comunitário, 100% voluntário, efetuado por e para cidadãos, ao nível micro-local, para acabar com a fome nos bairros urbanos, fazendo o reaproveitamento dos desperdícios alimentares preparados, através da recolha de comida em restaurantes e a sua distribuição por famílias carenciadas, ao mesmo tempo que reforça laços comunitários locais.

 Projecto procura voluntários

- Pub -

Pretende-se, assim, tentar criar uma ponte humana que liga quem tem uma sobra diária a quem tem uma necessidade diária.

O projecto tem vindo a arrecadar voluntários e a suscitar a criação de grupos em outros pontos do país e chegou agora ao Algarve.

O grupo Re-food Almancil está a organizar o seu projecto e a angariar voluntários para poder arrancar brevemente com esta iniciativa de solidariedade social aberta a toda a comunidade. Nesse sentido, está em curso uma forte campanha de informação e sensibilização através das redes sociais, com a distribuição de folhetos em vários locais, no concelho de Loulé.

Refira-se que está a ser criado um segundo núcleo na região algarvia – Re-food Algoz-Tunes – cuja reunião sementeira irá realizar-se no dia 12 Abril.

 

Facebook Comments
PARTILHE
Email: jornalpostal@gmail.com

Comentários no Facebook