Loulé comemora Dia do Município

Loulé comemora Dia do Município

248
PARTILHE
Dia da Espiga
Desfile etnográfico na vila de Salir é ponto alto das celebrações

Loulé assinala na próxima quinta-feira, 29 de Maio – Quinta-Feira da Espiga -, mais um Dia do Município, com um programa que terá como pontos mais importantes a Cerimónia dos Agraciados e a Festa da Espiga.

A cidade vai acordar com uma alvorada a partir das 9 horas. Pelas 9.30, tem lugar a cerimónia do hastear da bandeira, em frente aos Paços do Concelho, seguindo-se a actuação da Banda Filarmónica Artistas de Minerva, Majoretes de Loulé e Rancho Folclórico de S. Sebastião.

A partir das 10 horas, a Praça da República será palco de várias actividades desportivas, com a participação de alguns clubes e associações do concelho.

No Salão Nobre, pelas 10.30, vai ser descerrada a fotografia da pianista louletana Maria Campina, no âmbito das comemorações do 100º aniversário do seu nascimento. Maria Campina passará a figurar ao lado de outros ilustres do concelho como Cândido Guerreiro, Laura Ayres ou Duarte Pacheco, nesta sala dos Paços do Concelho.

- Pub -

O Cine-Teatro Louletano recebe, pelas 11 horas, a Cerimónia dos Agraciados, onde serão distinguidas personalidades e entidades ligados ao 25 de Abril de 1974.

A partir das 14 horas, as celebrações deslocam-se para o interior do concelho, mais concretamente para a vila de Salir, palco da Festa da Espiga. O momento alto será o tradicional desfile etnográfico que representa a actividade agrícola desta freguesia mas onde não faltarão os “poetas” populares declamando os seus poemas ou quadras feitos de improviso ou preparados, em registo de mensagem em tom de brincadeira às entidades governativas presentes, para pedir ou agradecer as obras feitas na terra.

A Festa da Espiga decorre até ao dia 31, com muita música, gastronomia, artesanato e uma mostra de todas as tradições rurais do interior algarvio.

No encerramento do Dia do Município de Loulé, a partir das 21 horas, na Sala da Assembleia Municipal de Loulé, José Gil é o convidado de mais uma sessão do Ciclo “Horizontes do Futuro”. O filósofo irá abordar o tema “O medo de não existir?”. A entrada é livre.

Facebook Comments

Comentários no Facebook