Mário Soares dá ‘Grande Testemunho’ em Loulé

Mário Soares dá ‘Grande Testemunho’ em Loulé

318
PARTILHE
Mário Soares
Mário Soares é uma figura incontornável dos 40 anos da democracia

Mário Soares, advogado, historiador e político, vai estar no próximo sábado, dia 10, pelas 18 horas, no Cine-Teatro Louletano, abrindo o ciclo de intervenções públicas dos ex-Presidentes da República sobre as questões fundamentais do País que se colocaram e se colocam ao Estado e ao Povo Português. É este o objectivo central do ciclo “Grandes Testemunhos” que trará também Ramalho Eanes a Loulé, já em Junho (dia 6), e Jorge Sampaio, em Julho, convidados pela Comissão Concelhia 25 de Abril.

Mário Soares, Presidente da República em dois mandatos consecutivos (1986 a 1996), Primeiro-Ministro do I Governo Constitucional (1976 a 1977), II Governo Constitucional (1978) e IX Governo Constitucional (1983 a 1985), foi responsável por ultimar o processo de adesão de Portugal à CEE conduzindo as negociações finais e assinando o Tratado de Adesão, em 1985.

Fundador do Partido Socialista de Portugal, em 1973, Mário Soares foi um dos mais persistentes opositores à Ditadura, desde os seus tempos de estudante universitário. A 28 de Abril de 1974, três dias depois da Revolução dos Cravos, regressou do exílio em Paris, no chamado “Comboio da Liberdade”. Durante o período pré-constitucional foi o principal líder do campo democrático, tendo conduzido o Partido Socialista à vitória nas eleições para a Assembleia Constituinte de 1975. 

Mário Soares ocupa lugar cimeiro na História Portuguesa

- Pub -

Um dos mais notáveis e corajosos tribunos das últimas décadas, Mário Soares ocupa lugar cimeiro na História Portuguesa da transição do século XX para o século XXI, pela sua influência a nível nacional e internacional. Dirigiu diversas organizações e comités a nível mundial e é autor ou co-autor de largas dezenas de obras publicadas em diversos domínios, tendo recebido ao longo da sua vida numerosos reconhecimentos académicos e institucionais em Portugal e por todo o Mundo.

Nos dias que correm, o testemunho de Mário Soares, figura incontornável dos 40 anos da democracia, é aguardado com justificada expectativa, sobretudo num momento em que a generalidade da população portuguesa, de uma ou de outra forma, faz o balanço de 40 anos de democracia, com inquietantes perguntas sobre o futuro imediato e a longo prazo.

Refira-se que, tal como tem vindo a ser delineado pela Comissão Concelhia para as grandes sessões, mais uma vez é dado o lugar de relevo à presença das escolas como centros de excelência da cidadania. Mário Soares será apresentado por Conceição Bernardes, directora do Agrupamento de Escolas Laura Ayres (Quarteira). A sua intervenção será antecedida pela leitura de uma mensagem de um dos alunos mais jovens do concelho (André Alagoinha Francisco, 15 anos, Escola Duarte Pacheco), depois de brevíssimas intervenções do Coro Infantil de Loulé e do cantor Luís Garlito, e encerrará também com mensagem de um dos alunos finalistas do ensino secundário – Milton Mateush, 18 anos, nascido na Rússia, da Escola Secundária Laura Ayres.

Para Mário Soares, o Algarve, onde tem residência secundária em que se refugia para os seus escritos, é desde há muitos anos lugar de eleição.

 

Facebook Comments

Comentários no Facebook