OMS revela dados sobre o consumo mundial de álcool

OMS revela dados sobre o consumo mundial de álcool

300
PARTILHE
Estudo revela que consumo nacional é maior do que na região Europa da OMS
Estudo revela que consumo nacional é maior do que na região Europa da OMS

De acordo com os dados divulgados pela Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 3,3 milhões de pessoas morreram em 2012, em todo o mundo, em consequência do consumo nocivo de álcool, o que equivale a 5,9% de todas as mortes.

A proporção de mortes associadas ao álcool, revelam os dados divulgados hoje pela instituição internacional, é superior à mortalidade ligada ao VIH (2,8%), à violência (0,9%) e à tuberculose (1,7%). Os dados disponibilizados pela OMS constam do ‘Relatório global sobre o álcool e a saúde 2014’.

“Precisamos de fazer mais para proteger as populações das consequências negativas do consumo de álcool para a saúde”, disse Oleg Chestnov, diretor-geral adjunto da OMS para as doenças não transmissíveis e a saúde mental.

O panorama em Portugal

O mesmo relatório revela que em Portugal o consumo médio em litros de álcool puro per capita por pessoas com mais de 15 anos desceu de uma média de 14,4 litros, entre 2003 e 2005, para 12,9 litros, entre 2008 e 2010. Menos 1,5 litros per capita na comparação entre os dois períodos no país.

Os resultados nacionais neste indicador são ainda comparados pela instituição com os revelados pela região Europa da OMS e nesta matéria o país demonstra um resultado pouco animador.

Em ambos os períodos Portugal tem um consumo médio superior ao da região Europa da OMS. Entre 2003 e 2005, revela um consumo de 14,4 litros contra 11,9 consumidos na média dos países da região Europa (mais 2,5 litros de álcool puro consumido per capita) e entre 2008 e 2010, o país consumiu uma média de 12,9 litros contra os 10,9 do conjunto dos países da região Europa (mais 2 litros de álcool puro consumido per capita).

Não obstante, pode verificar-se que a diferença entre a média de consumo em Portugal e na região Europa da OMS revela uma queda tendo descido de 2,5 litros de álcool puro a mais no consumo nacional para apenas dois litros a mais.

Quanto à tipologia das bebidas consumidas em Portugal o estudo da OMS revela que 55% bebem vinho, 31% cerveja, 11% bebidas espirituosas e 3% outras bebidas alcoólicas.

(com Agência Lusa)

Facebook Comments

Comentários no Facebook