Greve de controlodores afecta voos TAP para França

Greve de controlodores afecta voos TAP para França

254
PARTILHE
França pediu à TAP uma redução de 20% nos voos de e para alguns aeroportos franceses
França pediu à TAP uma redução de 20% nos voos de e para alguns aeroportos franceses

A TAP informou hoje ter cancelado dois voos com destino a Paris na terça-feira, um a partir de Lisboa e outro a partir do Porto, bem como os respectivos regressos, devido à greve dos controladores aéreos em França. 

Em declarações à Lusa, André Serpa Soares, do gabinete de comunicação da companhia aérea, disse que “a Direcção-Geral de Aeronáutica francesa (DGAC, no original) pediu aos operadores aéreos, entre os quais a TAP, a redução de 20% da sua operação programada para amanhã [terça-feira]”. 

Desta forma, a empresa cancelou o voo entre Porto e Paris com partida programada para as 05:35 horas e o regresso, previsto para as 08:30, para além do voo a partir de Lisboa às 12:50 e o regresso, com saída da capital francesa às 16 horas. 

“Todos os passageiros que tinham reservas válidas para estes voos cancelados serão protegidos nos voos seguintes que a TAP realizará, estando a companhia a proceder à alteração de equipamentos para aumentar a capacidade de lugares de forma a acomodar todos os passageiros que são afectados por estes cancelamentos”, acrescentou André Serpa Soares.

- Pub -

O porta-voz da TAP sublinhou que a companhia aérea vai continuar a acompanhar a situação e que todas as acções que sejam tomadas serão sempre “de acordo com as instruções da Direcção-Geral de Aeronáutica francesa”.

Em comunicado, a DGAC anunciou ter pedido às companhias aéreas reduções de 20% dos voos a partir dos aeroportos de Lyon, Marselha, Toulouse e Bordéus, bem como igual redução em direcção ao sul de França, Espanha, Portugal, Marrocos, Tunísia e Argélia a partir de Paris.

“Outras informações seguir-se-ão para o dia de quarta-feira, 25 de junho”, acrescentou aquela autoridade em relação à anunciada greve, que se prolongará até ao próximo domingo.

(Agência Lusa)

Facebook Comments

Comentários no Facebook