Tribunal de Faro vai funcionar em contentores

Tribunal de Faro vai funcionar em contentores

241
PARTILHE
Obras no Tribunal de Faro vão durar, previsivelmente, nove meses
Obras no Tribunal de Faro vão durar, previsivelmente, nove meses

O Tribunal da Comarca de Faro vai funcionar em contentores junto às piscinas municipais da cidade devido a obras que implicam o encerramento das instalações actuais, na Avenida 5 de Outubro, e que de acordo com o que o POSTAL apurou deverão prolongar-se por nove meses.

A mudança para as instalações provisórias está para breve e no local que vai acolher os pré-fabricados onde funcionarão os serviços, junto ao Pavilhão Desportivo Municipal da Penha, já decorrem obras de terraplanagem.

As obras que vão afectar o edifício do tribunal estão previstas no âmbito das intervenções de requalificação de tribunais que o Governo vai levar a cabo por todo o país e destinam-se a melhorar as condições do actual edifício e dota-lo de mais uma sala de audiências.

Os planos do Governo abrangem também a requalificação, num projecto separado, do Tribunal de Família e Menores de Faro.

- Pub -

A solução provisória encontrada pelo Ministério da Justiça não foi um processo fácil. O POSTAL apurou que o ministério de Paula Teixeira da Cunha queria ocupar uma grande parte do Largo de São Francisco, na baixa da cidade, mas a Câmara de Faro não autorizou, “uma vez que reduziria para cerca de metade a capacidade do maior parque de estacionamento gratuito da cidade”, avançou ao POSTAL o vice-presidente da autarquia Paulo Santos.

Recorde-se que com a entrada em vigor do novo mapa judiciário, o Tribunal de Faro passa a albergar de acordo com o plano do Governo cinco juízos, dois colectivos criminais e três juízos locais.

O Sindicato dos Magistrados do Ministério Público já se pronunciou sobre as obras a realizar em Faro que considera necessárias dadas as dificuldades de espaço e funcionalidade do actual edifício, mas defende que a criação de uma terceira sala de audiências parece insuficiente para responder às alterações provocadas pelo novo mapa judiciário.

O Distrito Judicial do Algarve passará, depois da reforma do mapa judiciário, a ter duas circunscrições, a do Sotavento e a do Barlavento.

Facebook Comments

Comentários no Facebook