Verão em Tavira repleto de cultura

Verão em Tavira repleto de cultura

356
PARTILHE
Verão em Tavira
O “Verão em Tavira” oferece eventos para todos os gostos e idades

Tavira tem, à disposição de todos, entre Julho e Setembro, teatro, música, cinema, dança, artes visuais, literatura, visitas ao património monumental, folclore, desporto, feiras temáticas do livro, gastronomia, antiguidades e velharias, ofícios. Uma oferta para todos os gostos e idades, com participação dos agentes culturais regionais e concelhios.

Conforme refere a autarquia local em nota de imprensa, o programa “Verão em Tavira” responde aos interesses da “população residente e à procura de oferta cultural por parte de milhares de pessoas de muitas nacionalidades que visitam Tavira nas suas férias. É, também, uma oportunidade anual para mostrar e conhecer a cultura portuguesa nas suas diversas formas de expressão, um programa multidisciplinar, aberto a outras culturas, onde o divertimento e lazer se harmonizam com o acesso ao conhecimento e enriquecimento pessoal”.

Assim, de 1 a 13 de Julho realiza-se a X edição do “Cenas na Rua” – Festival Internacional de Teatro e Artes na Rua” que animará praças e largos da cidade, com os espanhóis Deabru Beltzak e representação “Tambores de Fogo” (dia 1), a que se seguem a Companhia Maravilla Teatro y Musica (dia 2), os Ytuquepintas (3 e 4) Capitan Maravilla (5 e 6), o regresso a Tavira dos catalães Circ Panic (dia 7), Max Calaf da Grã Bretanha (dia 8), os portugueses Teatro ao Largo (dia 9), Músicas no Ar (dia 10), “Ao luar Teatro (dia 11) e a Armação do Artista (dias 12 e 13).

O “Jazz no Palácio” decorre, na segunda quinzena de Julho, como é habitual, no terraço do Palácio da Galeria, com um programa aliciante que incluirá três prometedores concertos: Desidério Lázaro em sexteto (dia 24), a voz premiada em Montreux de Maria Mendes (dia 25) e o Quarteto do Hot Club de Portugal com Sara Serpa (dia 26).

- Pub -

Uma presença forte de concertos de música portuguesa e da lusofonia ocorre, no parque do Palácio da Galeria, com António Zambujo (17 de Julho), Mayra Andrade (14 de Agosto) e Naifa com os Dead Combo (21 de Agosto).

A Praça da República e o Jardim do Coreto contam todas as semanas de Verão com uma programação variada: filarmónicas, folclore, fado, músicas tradicionais e do mundo, ópera, danças de salão, tango e muitas outras novidades.

Na segunda quinzena de Julho e primeira de Agosto mantem-se, no Convento do Carmo, as sempre apreciadas Mostras de Cinema Europeu e Não-europeu, organizadas pelo Cineclube de Tavira.

Cinco exposições em simultâneo

No Palácio da Galeria “Memória e Futuro” e “Dieta Mediterrânica, Património Cultural Milenar”, no Núcleo Islâmico “Tavira Islâmica” e a exposição das escolas da cidade ‘(Re)criar a época islâmica’”. No Quartel da Atalaia o público pode visitar, até 31 de Agosto, a importante e didáctica exposição que assinala o 40º aniversário da Revolução de Abril “Liberdade e coerência cívica – o exemplo de Ernesto Melo Antunes – na História Contemporânea Portuguesa”.

O Museu Municipal de Tavira dinamiza, mensalmente, os “Passeios e comeres da Dieta Mediterrânica” sobre os mariscadores (Julho), a alfarroba e amêndoa (Agosto) e a vinha e o vinho (Setembro), bem como os “Passeios na História de Tavira” dedicados ao património artístico-monumental, sendo a Igreja de Nossa Senhora do Carmo visitada a 5 de Julho.

As Feiras do Livro (18 a 31 de Julho), dos Ofícios (6 a 14 de Agosto), de Antiguidades e Velharias (16 a 26 de Agosto) e dos Stocks (28 a 31 de agosto) mantêm-se, como nos anos transactos, junto ao rio.

Após o sucesso da primeira edição e para festejar a inscrição da Dieta Mediterrânica pela UNESCO como Património Cultural Imaterial da Humanidade, ocorrida a 4 de Dezembro de 2013, em Baku, surge entre 5 e 7 de Setembro, em Tavira, a II Feira da Dieta Mediterrânica, com presenças institucionais, mercado de produtores, actividades gastronómicas e oficinas de cozinha, provas de azeites e vinhos, música mediterrânica, estilos de vida saudáveis, aconselhamento e prevenção de doenças cardiovasculares e nutricional, seminários, exposições, cicloturismo, jogos tradicionais, visitas guiadas e passeios ao património, entre outros motivos de interesse… A guitarra portuguesa de Luísa Amaro, o cavaquinho de Júlio Pereira e outros sons do sul estarão nesta festa de celebração da cultura mediterrânica.

Durante todo o verão haverá nas piscatórias Santa Luzia e Cabanas e restantes freguesias e localidades, diversas festas tradicionais, festivais de folclore, mercados com muita animação.

Mais informação encontra-se disponível no site www.cm-tavira.pt e no folheto de divulgação geral.

 

Facebook Comments

Comentários no Facebook