Crédito em dívida pelas famílias em novos máximos

Crédito em dívida pelas famílias em novos máximos

255
PARTILHE
Recordes no crédito mal parado revelam dificuldades das famílias portuguesas
Recordes no crédito mal parado revelam dificuldades das famílias portuguesas

O crédito malparado às famílias e às empresas voltou a atingir novos máximos no segundo mês do ano, depois de ter aumentado 746 milhões de euros, no total, entre Janeiro e Fevereiro.

O crédito malparado às empresas atingiu em fevereiro 8.285 milhões de euros, mais 651 milhões de euros do que em Janeiro, tocando o valor máximo desde que o Banco de Portugal começou a compilar estes dados (1997).

Já o crédito de cobrança duvidosa das famílias aumentou 95 milhões de euros entre Janeiro e Fevereiro para se fixar em 4.872 milhões de euros, também neste caso o valor mais elevado desde 1997, o que faz com que, nos dois primeiros meses do ano, o crédito de cobrança duvidosa às famílias e às empresas tenha tido um aumento de 746 milhões. 

O crédito à habitação representou em Fevereiro 44,51 por cento do crédito malparado das famílias, depois de ter aumentado 23 milhões de euros face a Janeiro, fixando-se nos 2.169 milhões de euros.

- Pub -

Já o malparado no crédito a bens de consumo aumentou 40 milhões de euros entre Janeiro e Fevereiro para 1.549 milhões de euros, enquanto o crédito de cobrança duvidosa para outros fins cresceu 30 milhões para 1.155 milhões de euros em Fevereiro.

(agência Lusa)

Facebook Comments

Comentários no Facebook