Festival de Jazz de Loulé comemora 20 anos

Festival de Jazz de Loulé comemora 20 anos

231
PARTILHE
Os algarvios Low Tech Groove
Os algarvios Low Tech Groove

O Festival Internacional de Jazz de Loulé, que vai decorrer entre 1 e 3 de Agosto apartir das 22 horas, assinala este ano 20 anos de existência. O músico Mário Laginha volta a ser o director artístico deste evento promovido pela Casa da Cultura de Loulé, com o apoio da Câmara de Loulé, considerado um dos mais conceituados no panorama jazzístico português.

Este ano o palco escolhido para a realização do Festival é a Alcaidaria do Castelo, onde no primeiro dia (1 de Agosto, sexta-feira) sobe ao palco Genoveva Faísca. A cantora apresenta-se em diálogo com o guitarrista João Bengala, com quem tem colaborado em vários projectos há cerca de 14 anos, aqui partindo de um repertório jazzístico, mas sempre com a linguagem que lhes é característica onde não falta a ironia e muita liberdade interpretativa.

O segundo nome da noite será o Quarteto Eduardo Cardinho & João Barradas.

A noite encerra com uma After Party com o DJ Yacobian, no Poeta Caffé. Yacobian, apresenta uma sessão de jazz que se faz e se ouve nos distintos lugares do planeta. Irá fazer o público viajar musicalmente desde a Etiópia, Turquia, Israel, Líbano, África do Sul, EEUU, Espanha, até Portugal, Tunísia, Marrocos, Gana, assim como, outros lugares onde esta música com alma se sente.

- Pub -

No sábado, dia 2, sobem ao palco os algarvios Low Tech Groove. Influenciados pelas mais diversas sonoridades, são um trio composto por piano (João Araújo), contrabaixo (Paulo Silva) e bateria (Paulo Franco), que criaram um reportório original e diversificado.

O grande nome desta noite é o baixista Cícero Lee “Ventos”. Lançou em 2013 o álbum “Ventos”, o primeiro registo em nome próprio, que reflecte o seu percurso musical, percorrido maioritariamente na área do Jazz e da World Music. Para terminar a noite, o DJ Yacobian volta a animar o Poeta Caffé.

Liftoff é o último nome a pisar o palco do festival

No fecho desta 20ª edição do Festival Internacional de Jazz de Loulé, no domingo, 3 de Agosto, mais um nome algarvio: a baterista Sónia “Little B” Cabrita. Com vários anos dedicada ao estudo da bateria jazz, instrumento muito difícil de dominar, David Murray foi um de seus Mestres. Mas Sónia não só percute também compõe.

No ano em que o evento assinala vinte anos, Liftoff é o último nome a pisar o palco do Festival Internacional de Jazz de Loulé. Projecto criado em Aveiro, em Maio de 2002, destinado à interpretação da música de Óscar Marcelino da Graça e de Jeffery Davis. A formação instrumental tem sido, partindo desta base, recorrentemente flexível.

Neste concerto, o projecto será pensado por Jeffery Davis (vibrafone), Óscar Marcelino da Graça (piano), Nelson Cascais (contrabaixo) e Alexandre Frazão (bateria).

“O Festival contará com um cartaz onde mais uma vez a qualidade artística fará jus ao prestígio que o evento alcançou ao longo dos anos, tornando-o num dos acontecimentos mais emblemáticos do panorama jazzístico no nosso país”, refere a autarquia louletana em nota de imprensa.

O custo do bilhete diário para sócio é de cinco euros e para não sócio 7,50 euros; o bilhete festival, para três dias, custa 10 euros para sócio e 15 para não sócio. No período de pré-venda, os não sócios pagam o mesmo que valor que os sócios. Número limitado de bilhetes.

Mais informações disponíveis através dos números 289 415 860 e 939 488 167.

 

Facebook Comments

Comentários no Facebook