Gado sucumbe à seca na Venezuela

Gado sucumbe à seca na Venezuela

256
PARTILHE
Seca está a assolar a Venezuela e já ditou a morte de milhares de cabeças de gado
Seca está a assolar a Venezuela e já ditou a morte de milhares de cabeças de gado

A Federação Nacional de Produtores de Gado (Fedenaga) anunciou hoje a morte de 200 mil cabeças de gado nas últimas semanas na Venezuela, na sequência da seca prolongada e da falta de pasto para os animais.

O anúncio foi feito por Rubén Darío Barboza, presidente da Fedenaga, que pediu ao Governo venezuelano para proceder urgentemente à importação de pasto, porque a falta de água tem impedido as sementes de germinar.

“A situação é realmente complexa e delicada. O fenómeno climatológico El Niño uniu dois ciclos de verão (cada época seca na Venezuela é de seis meses). Há risco de que mais sementes sequem antes de germinar e não haja pasto para os animais”, disse. 

Segundo aquele responsável, 20% do actual “rebanho” está em situação de risco, principalmente em nove dos 23 Estados da Venezuela, onde a intensa seca tem obrigado a racionamentos de água, com populações a passar até três dias sem serem abastecidas.

- Pub -

Para tentar provocar chuva, a Venezuela está a bombardear as nuvens com iodeto de prata, a fim de acelerar o processo de condensação e dessa maneira fazer chover.

(Agência Lusa)

Facebook Comments
PARTILHE
Email: jornalpostal@gmail.com

Comentários no Facebook