Exposição ‘Singularidades do Branco’ é motivo de conversa em Loulé

Exposição ‘Singularidades do Branco’ é motivo de conversa em Loulé

254
PARTILHE
Exposição de João Moniz
Exposição de João Moniz está patente ao público até dia 2 de Agosto.

A exposição “Singularidades do Branco”, da autoria de João Moniz, vai ser motivo de conversa por Fernando António Baptista Pereira na próxima sexta-feira, pelas 19 horas, na Galeria de Arte do Espírito Santo, em Loulé

Nascido em Lisboa, em 1953, Fernando António Baptista Pereira é licenciado em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, pós-graduado em Museologia pelo antigo Instituto Português do Património Cultural e doutorado em Ciências da Arte (História da Arte) pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa. Ensina na Universidade de Lisboa (na Faculdade de Letras e na Faculdade de Belas-Artes) desde 1979, sendo actualmente professor associado na de Belas-Artes, onde lecciona nos três Ciclos de Estudos, designadamente no Curso de Doutoramento em Belas-Artes e no Curso de Doutoramento em Artes Performativas e da Imagem em Movimento. Desempenha ainda as funções de presidente do Conselho Científico da FBAUL, de director do Centro de Investigação em Belas-Artes (CIEBA), sendo também o autor do Plano de Estudos da Licenciatura em Ciências da Arte e do Património dessa faculdade.

Fernando António Baptista Pereira possui vasta e diversificada obra publicada, ao longo dos últimos 30 anos, nos domínios da História da Arte e da Cultura Portuguesas, da Crítica de Arte e da Museologia. É autor do Conceito e da Programação de vários Museus e de grandes Exposições nacionais e internacionais em Portugal, em Espanha, no Brasil e em Macau, e foi o responsável pela coordenação científica dos respectivos catálogos.

 

Facebook Comments

Comentários no Facebook