Arqueólogos procuram homem anatomicamente moderno em Moçambique

Arqueólogos procuram homem anatomicamente moderno em Moçambique

408
PARTILHE
- PUB -
Investigadores procuram vestígios da origem do Homem anatomicamente moderno
Investigadores procuram vestígios

Uma equipa de arqueólogos da Universidade do Algarve, liderada por Nuno Bicho, docente da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais (FCHS), está em Moçambique, durante o corrente mês, para fazer prospecção arqueológica na região do Niassa.

Através deste projecto, financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) e pela Winner- Gren Foudation e pela University of Louisville, os investigadores pretendem procurar novos sítios arqueológicos que tenham vestígios da origem do Homem anatomicamente moderno.

Esta investigação conta, ainda, com a colaboração da Universidade Eduardo Mondlane (Maputo), da University of Louisville (E.U.A), da University of North Carolina (E.U.A) e do Max Planck Institute (Alemanha).

Facebook Comments

Comentários no Facebook