ARS nega críticas de falta de investimento na saúde

ARS nega críticas de falta de investimento na saúde

227
PARTILHE
Em causa acusações dos sindicatos na greve da passada sexta-feira
Em causa acusações dos sindicatos na greve da passada sexta-feira

A Administração Regional de Saúde do Algarve (ARS) rejeitou as críticas de falta de investimento na região referidas na sexta-feira pelos sindicatos do sector durante a greve de profissionais dos serviços de saúde públicos algarvios.

A direcção daquele instituto público esclareceu que em 2014 já contratou 22 médicos e 45 enfermeiros para o Centro Hospitalar do Algarve e que tem cerca de 90 vagas para médicos de medicina geral e familiar e 46 vagas para especialistas da área hospitalar, entre outras carreiras profissionais.

De acordo com o comunicado emitido pela ARS/Algarve, foi autorizada a abertura de mais 105 vagas para médicos de diversas especialidades da área hospitalar cujos, concursos que deverão abrir brevemente.

A reacção da ARS/Algarve surge na sequência das críticas do Sindicato de Enfermeiros Portugueses do Sindicato da Função Pública do Sul, que na passada sexta-feira promoveram uma greve dos profissionais dos serviços de saúde públicos algarvios.

PARTILHE
Email: jornalpostal@gmail.com

Comentários no Facebook