Escavações de Vale de Boi visitadas por uma centena

Escavações de Vale de Boi visitadas por uma centena

230
PARTILHE
O professor Nuno Bicho e a sua equipa de arqueologia deram a conhecer os resultados das investigações
O professor Nuno Bicho e a sua equipa de arqueologia deram a conhecer os resultados das investigações

As escavações arqueológicas de Vale de Boi, em Vila do Bispo, tiveram um dia aberto no passado sábado, entre as 10 e as 17 horas.

O professor Nuno Bicho, da Universidade do Algarve, e a sua equipa de arqueologia, apoiados pelo arqueólogo municipal de Vila do Bispo, receberam cerca de uma centena de visitantes, destacando-se 15 crianças, algumas das quais participantes em outras iniciativas de educação arqueológica.

Os visitantes tiveram a oportunidade de contactar com a realidade de uma importante escavação arqueológica, designadamente com os próprios arqueólogos, com as rotinas dos seus trabalhos e métodos, recebendo, in loco, diversas informações acerca da história e resultados da investigação ali realizada ao longo dos últimos 15 anos, bem como apontamentos relativos à evolução da paisagem envolvente e dos motivos que justificaram a sua escolha como local de implantação de antigas culturas.

Esta acção surgiu no âmbito de mais uma campanha de escavações na jazida arqueológica do abrigo paleolítico de Vale de Boi (Budens), dirigidas pelo professor Nuno Bicho.

- Pub -

Este significativo sítio arqueológico foi descoberto em 1998, na sequência de trabalhos de prospecção. As escavações tiveram início no ano de 2000, pautando-se pela intervenção em três áreas distintas da jazida, revelando, desde então, uma longa sequência cronológica que remonta, pelo menos, há cerca de 33 mil anos, com o mais antigo registo relativo a caçadores-recolectores da nossa espécie, conhecido até ao momento em todo o sul peninsular.

A par dos trabalhos no terreno, Agosto arrancou com a exposição ‘No fim do mundo há 30 Mil Anos atrás: Os Caçadores-Recolectores Pré-Históricos de Vale de Boi’, inaugurada no passado dia 8 no Centro de Interpretação de Vila do Bispo. Esta mostra encontra-se patente ao público até ao dia 30 de Setembro.

Facebook Comments

Comentários no Facebook