Porto de Faro prevê movimentar 400 mil toneladas este ano

Porto de Faro prevê movimentar 400 mil toneladas este ano

221
PARTILHE
Porto de Faro regista parqueamento de 20 mil toneladas de cimento esta semana
Porto registou parqueamento de 20 mil toneladas de cimento esta semana

O porto de Faro espera atingir este ano um recorde no movimento, com 400 mil toneladas, disse hoje à Lusa José Pedro Soares, da Administração dos Portos de Sines e do Algarve (APS).

“Este porto tem vindo a crescer no movimento e este ano espera-se atingir um novo recorde, com 400 mil toneladas”, disse o administrador acrescentando que a APS pretende desenvolver “mais actividade e diversificar a actividade portuária em Faro”.

Segundo este responsável, o porto de Faro atingiu esta semana um dos seus mais intensos períodos de funcionamento, tendo esta semana parqueado 20 mil toneladas de cimento produzido na Cimpor de Loulé, que tem como destino a Argélia, no norte de África.

A situação não é comum e ficou a dever-se a questões operacionais do armador, explicou o administrador da APS, assegurando que não se registaram constrangimentos nas operações.

- Pub -

Porto tem a dimensão certa

Apesar do crescimento do movimento no porto de Faro, José Pedro Soares disse não serem necessárias obras de ampliação e que a capacidade para operar com dois navios ao mesmo tempo é suficiente.

“Para já, o porto está com a dimensão certa. O que precisa é de melhorar alguns equipamentos, nomeadamente o seu pavimento, para facilitar as operações”, disse aquele responsável, acrescentando que esse melhoramento deve estar resolvido dentro de um ano.

Em 2013, aquele porto movimentou 358 mil toneladas transportadas por 82 navios, sendo o sal-gema, o cimento empacotado, a alfarroba e algum pescado proveniente da armação do atum os produtos mais transportados.

Segundo José Pedro Soares o mercado nacional é o grande responsável pelos movimentos naquele porto mais dedicados à exportação, mas também com alguma actividade de importação.

No Algarve existem os portos de Faro, dedicado essencialmente à actividade comercial, e de Portimão, onde a aposta é o turismo de cruzeiros.

(Agência Lusa)

 

Facebook Comments

Comentários no Facebook