Faro e França mais próximos

Faro e França mais próximos

281
PARTILHE
Mais contactos e abertura nas relações entre a cidade de Faro e França é o que se pretende com o protocolo assinado esta semana
Mais contactos e abertura nas relações entre a cidade de Faro e França é o que se pretende com o protocolo assinado esta semana

A Câmara de Faro deu mais um passo no caminho da criação de estruturas de apoio às relações bilaterais entre a cidade e França com a celebração, no início da semana, de um protocolo com a Câmara de Comércio e Indústria Franco-Portuguesa (CCIFP) para promover a internacionalização das empresas do concelho.

O acordo foi assinado na presença do deputado Cristóvão Norte, do vice-presidente da Região de Turismo, João Fernandes, e do presidente da Associação de Turismo do Algarve, Carlos Luís, entre outras entidades.

A oportunidade para este acordo bilateral, refere a nota de imprensa da autarquia, “surgiu em resultado dos contactos estabelecidos em França pelo presidente da Câmara, após uma bem-sucedida viagem à Região de Alpes, Provença e Côte d’Azur (PACA), realizada em Maio último, a convite do Consulado Geral de Portugal em Marselha”. 

Os termos do protocolo

- Pub -

Segundo o protocolo, a CCIFP compromete-se a apoiar as empresas sediadas no concelho de Faro no processo de internacionalização no mercado francês. Ao mesmo tempo disponibiliza-se para promover os eventos culturais, a gastronomia regional, os recursos naturais, paisagísticos, patrimoniais e arquitectónicos da capital algarvia, revela a autarquia farense.

Já a Câmara da capital algarvia propõe-se divulgar e apoiar as actividades promovidas pela CCIFP no concelho e incentivar a fixação de empresas francesas. Mas essencialmente, pretende-se fortalecer a ponte de contactos já estabelecida com a comunidade luso-francesa residente no Sul de França, particularmente nas cidades de Nice e Saint-Maxime-Sur-Mer onde se faz sentir, com especial intensidade, a sua vitalidade e pujança económica.

Património e regime fiscal na mira dos franceses

A informação veiculada pela Câmara de Faro realça a manifestação por parte da comitiva francesa de “um grande interesse na realização de investimentos no Algarve, potenciado igualmente pelas grandes vantagens proporcionadas pelo Regime Fiscal de Residentes não Habituais”.

“Os oito empresários que compunham a comitiva da CCIFP, mostraram-se agradavelmente surpreendidos com as potencialidades turísticas e o rico património arquitectónico e cultural farense”, remata a autarquia.

Rogério Bacalhau considerou que o acordo firmado constitui uma “boa notícia para o concelho, que fica em melhores condições para acolher investimento estrangeiro, e também para as empresas Farenses que aqui têm mais uma porta aberta para as suas exportações”.

Na sua intervenção, Joaquim Pires realçou isto mesmo e expressou que a CCIFP pretende, “cada vez mais e de forma permanente, desempenhar um papel gerador de oportunidades, acompanhando e apoiando, no que lhe for possível”. O empresário deu ainda nota de que a CCIFP vai cumprir o seu papel, para “incrementar a colaboração com o tecido empresarial local e com a autarquia”.

Facebook Comments

Comentários no Facebook