Fome no Brasil desceu para metade em dez anos

Fome no Brasil desceu para metade em dez anos

284
PARTILHE
Dilma Rousseff, actual Presidente do Brasil e candidata às eleições de Outubro pode beneficiar dos dados revelados pelo relatório da FAO
Dilma Rousseff, actual Presidente do Brasil e candidata às eleições de Outubro pode beneficiar dos dados revelados pelo relatório da FAO

O Brasil conseguiu reduzir para metade nos últimos dez anos a percentagem de pessoas com fome, de 10,7% para menos de 5%, de acordo com o Relatório Mundial de Insegurança Alimentar das Nações Unidas hoje divulgado em Roma.

De acordo com o relatório publicado hoje pela Organização das Nações Unidas e pelos departamentos de Alimentação e Agricultura (FAO, no original em inglês), pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola e Programa Mundial de Alimentos, o Brasil está a cumprir os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio – uma lista de oito pontos para melhorar as condições de vida das populações entre 2010 e 2015.

O Brasil é um dos sete casos de estudo do relatório apresentado, a par das situações da Bolívia, Haiti, Indonésia, Madagascar, Malawi e Iémen.

“Assegurar que todas as pessoas comem três vezes por dia, como disse o antigo presidente Lula da Silva no discurso inaugural, converteu-se numa prioridade presidencial”, lê-se no relatório.

- Pub -

A publicação do relatório numa altura em que se aproximam as eleições presidenciais brasileiras, agendadas para 5 de Outubro pode ter um significado de relevo para a candidatura da delfim de Lula da Silva e actual Presidente da República Federativa do Brasil, Dilma Rousseff, ambos do Partido dos Trabalhadores.

A ‘ajuda’ dada pelo relatório tem ainda maior relevância quando a candidata do Partido Socialista Brasileiro, Marina Silva, aparece nas sondagens com resultados proeminentes, depois de ter substituído o candidato do partido Eduardo Campos, falecido num acidente aéreo, como o POSTAL noticiou (VER).

(com Agência Lusa)

Facebook Comments

Comentários no Facebook