Loulé descobre património do concelho

Loulé descobre património do concelho

165
PARTILHE
Programa integra uma visita ao Pólo Museológico de Salir
Programa integra uma visita ao Pólo Museológico de Salir

Loulé associa-se, mais uma vez, às Jornadas Europeias do Património que este ano terão como mote “Património, sempre uma descoberta” e que decorrem entre os próximos dias 26 e 28.

“Com este tema pretende-se chamar a atenção para a permanente novidade que o Património Cultural encerra, sempre actualizado através de novo conhecimento, novos olhares e novas interpretações; de igual modo o enorme potencial do Património, construído ou imaterial, e a sua importância determinante para um desenvolvimento harmonioso e equilibrado da sociedade, estão contidos neste tema”, explica a autarquia louletana em nota de imprensa.

Assim, no dia 26, pelas 16.30 horas, a sala polivalente da Alcaidaria do Castelo de Loulé recebe “4 Sítios, 4 Lendas”, um espectáculo apresentado pelo Arcmúsicos, que interliga 4 lendas a 4 monumentos: as lendas do “Almocreve de Estoi”, da “Galanteria de Dom Rodrigo, de “Mareares” e de “Nª Sra de Guadalupe”, com o cruzamento da performance – teatro, dança e músicas originais.

No mesmo local, no dia 27 de Setembro, pelas 17 horas, são apresentados os guias “(Re)descobrir o Algarve Medieval”, numa parceria entre a Câmara de Loulé, Nerve Design e a Universidade do Algarve. Loulé edita o segundo “Guia (Re)Descobrir: Algarve Medieval”, após Castro Marim. Estes Guias têm por finalidade propiciar ao visitante e ao habitante do Algarve descobrir ou redescobrir o património cultural da região numa nova perspectiva.

- Pub -

Investigação histórica sobre o Algarve Medieval

A Idade Média foi o período escolhido para desenvolver este trabalho de investigação histórica. A partir de 12 itinerários por cidades, vilas e locais onde existem fortes marcas do Islão e da Reconquista Cristã que se seguiu, podem ser observados vestígios de muralhas e respectivas portas, de bairros e arrabaldes, de templos e de hortas. Estes vestígios deram origem a vários locais que conhecemos no quotidiano ou sobre os quais ouvimos falar, muitos deles com usos distintos mas outros com usos semelhantes há séculos.

No dia 27 será igualmente inaugurada a exposição “Loulé e Salir na Rota do Algarve Medieval”, patente ao público na Alcaidaria do Castelo, dedicada à época medieval em Loulé e Salir.

“Por Caminhos da Cal” é o nome do percurso pedestre que tem lugar no dia 28, das 9.30 às 13.30 horas, no âmbito destas Jornadas. Trata-se de um percurso de dificuldade reduzida com cerca de cinco quilómetros, ao longo do qual se procura descobrir as particularidades da paisagem relacionadas com a produção de cal no território, revelando um elemento do património cultural da região frequentemente esquecido. O ponto de encontro será no Largo da Igreja de Querença. As inscrições podem ser feitas até dia 26, para geral@projectoquerença.com, susanacaladomartins@gmail.com, 289 422 607 ou 964782462. Trata-se de uma iniciativa organizada pelo Projecto Querença, com os apoios da Câmara de Loulé e União de Freguesias de Querença, Tôr e Benafim.

No dia 28, às 16 horas, a Câmara de Loulé propõe a iniciativa “Salir – Desafiando o olhar e (re)descobrindo o património”, uma visita ao Centro Histórico e Pólo Museológico de Salir, por Isabel Luzia e Soraia Martins.

Finalmente, neste dia, às 17 horas, no Pólo Museológico de Salir, decorre a Oficina “Vem construir o teu jogo ric rac”, que tem como público-alvo as crianças dos 6 aos 12 anos. A inscrição é gratuita até dia 26, através do telefone 289 400 611 ou servicos.educativos@cm-loule.pt.

Facebook Comments

Comentários no Facebook