Loulé homenageia professor do concelho

Loulé homenageia professor do concelho

257
PARTILHE
Momento do descerramento da placa com o nome do patrono da escola
Momento do descerramento da placa com o nome de Manuel Martins Alves, que passa a ser patrono da Escola EB/JI de Vale de Rãs

O professor Manuel Martins Alves, antigo director do Agrupamento de Escolas Padre João Coelho Cabanita, foi hoje homenageado, a título póstumo, pela comunidade escolar e pela autarquia louletana, tendo sido atribuído o seu nome à Escola EB1/JI de Vale de Rãs.

Executivo municipal, órgãos dirigentes deste Agrupamento de Escolas, professores, alunos e funcionários assistiram ao descerramento da placa onde passa agora a figurar o nome do patrono desta escola, bem como aos discursos oficiais, marcados por momentos de grande emoção.

“Um cidadão exemplar, um colega, um amigo, um homem generoso, solidário e empenhado nas causas e valores em que acreditava. Evidenciou, ao longo da sua vida e carreira profissional, nas várias funções que desempenhou, dedicação, competência, brio profissional, tendo ganho o respeito dos amigos, colegas, alunos e funcionários. No desempenho das funções de docente era competente e exigente, rigoroso e disciplinador, sensível e tolerante. Como dirigente e líder transmitia confiança e segurança, era corajoso, inteligente e competente, responsável, sério e honesto, exigente para consigo próprio e para com os seus subordinados. Tomava decisões com determinação, assertividade e transparência. Demonstrava equidade e bom senso na tomada de decisões, no tratamento de todos os elementos da comunidade educativa”, foi como o actual director do Agrupamento de Escolas Padre Cabanita, Jacinto Colaço, caracterizou o antigo colega.

Já o presidente da Câmara, Vítor Aleixo, referiu a “grandeza de carácter” de Manuel Alves. “Foi uma pessoa que pôs sempre o seu idealismo e generosidade ao serviço da escola e dos alunos. Por isso, perpetuar a sua memória nesta escola é um ato de toda a justiça. Esta é uma excelente escolha e penso que tudo o que o Manuel Alves representa como ser humano perdurará aqui”, sublinhou o edil.

Também o delegado regional de Educação, Alberto Almeida, deixou algumas palavras sobre o profissionalismo do homenageado, quer como docente, quer como dirigente. “Era, de facto, um director. Nunca perdeu a postura e ajudou a construir um Concelho melhor, uma escola melhor, um ensino melhor”, disse este responsável.

Após os discursos, o declamador e músico Afonso Dias interpretou três temas de Zeca Afonso, um dos autores e cantores mais apreciados por Manuel Alves e que trouxe até a memória do antigo director.

Quem foi Manuel Martins Alves

Natural de Salir, onde nasceu a 29 de Abril de 1956, Manuel Alves foi docente com um longo percurso na área da gestão escolar. Foi professor nos seguintes estabelecimento de ensino: Escola Preparatória de Albufeira (1976/77), Escola Técnica de Tavira, Escola Preparatória de Aljustrel, Escola Preparatória de Portimão, Escola Preparatória de S. Bartolomeu de Messines, Escola Preparatória de Almada, Escola C+S de Quarteira, Secção de Salir da Escola Secundária de Loulé, Escola EB2,3 nº1 de Loulé (actual Escola Padre Cabanita). Durante a sua actividade exerceu diversos cargos de âmbito escolar, quer ao nível das lideranças intermédias, quer do topo. Nestas últimas salientam-se as seguintes: vice-presidente do Conselho Directivo da Escola Preparatória de Aljustrel (1979/80), vice-presidente da Comissão Instaladora da Secção de Salir da Escola Secundária de Loulé (de 1989 a 1991), presidente do Conselho Directivo da Escola Preparatória de Quarteira (actual EB 2,3 D. Dinis de 1992 a 1996), presidente do Conselho Executivo da Escola EB 2,3 nº1 de Loulé, actual Escola Padre Cabanita, (2006/2007), presidente da Comissão Executiva Provisória do Agrupamento Vertical de Escolas Padre João Coelho Cabanita (2007/2008), presidente do Conselho Executivo (2008/2009) e director (2009/2012), no Agrupamento Vertical. Foi presidente da Comissão Administrativa Provisória do Agrupamento de Escolas Padre João Coelho Cabanita (2012/13), director do Agrupamento de Escolas Padre João Coelho Cabanita (2013).

Sindicalista convicto, foi delegado sindical na Escola Preparatória de Almada, no ano de 1983/84. No campo associativo foi presidente da direcção da Associação cultural de Salir no mandato de 2000/2001, tendo ainda desempenhado outros cargos nesta colectividade. Foi também vice-presidente da instituição particular de solidariedade social Grupo dos Amigos de Salir desde 1996 até à data do seu falecimento.

Facebook Comments

Comentários no Facebook