Margarida Tengarrinha vence Prémio Maria Veleda

Margarida Tengarrinha vence Prémio Maria Veleda

301
PARTILHE
O júri foi unânime na escolha
O júri foi unânime na escolha

O Prémio Regional “Maria Veleda” 2014 foi atribuído, na passada sexta-feira, a Maria Margarida Carmo Tengarrinha Campos Costa (Margarida Tengarrinha).

O júri considerou que “a sua actividade cívica no desenvolvimento social do Algarve, o seu percurso cultural ligado às artes visuais, à investigação e à história da região, assim como toda a sua participação na formação democrática de Portugal ao longo de toda a sua vida, a tornam protagonista de uma intervenção particularmente relevante na cultura do Algarve, cumprindo-se assim o objectivo deste prémio”, avança a Direcção Regional de Cultura do Algarve em nota de imprensa.

O Prémio Regional “Maria Veleda” foi instituído pela Direcção Regional de Cultura do Algarve, segundo refere, “para destacar e reconhecer a actividade cultural de personalidades algarvias, protagonistas de intervenções particularmente relevantes e inovadoras na Região e, também dar um contributo à medida ‘Mulheres Criadoras de Cultura’, preconizada no V Plano Nacional para a Igualdade de Género, Cidadania e não Discriminação a decorrer no período 2014-2017”.

O júri, com um mandato de dois anos, é constituído por Alexandra Rodrigues Gonçalves, directora regional de Cultura do Algarve, que presidiu à reunião; Ana Paula Amendoeira, directora regional de Cultura do Alentejo; António Branco, reitor da Universidade do Algarve; Idálio Revez, jornalista; José Carlos Barros, arquitecto paisagista; Lídia Jorge, escritora; Mirian Nogueira Tavares, directora da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da UAlg; Natividade Monteiro, investigadora; e Paulo Cunha, professor de música. Na reunião decisória, o júri esteve reunido com sete dos seus nove membros, tendo António Branco e Mirian Tavares produzido, cada um deles, um parecer geral sobre as candidaturas, com a indicação expressa do sentido de apuramento da personalidade a destacar, os quais foram lidos pela presidente do júri.

- Pub -

A Direcção Regional de Cultura do Algarve felicita, também, “os restantes candidatos pelos projectos e acções que cada um tem concretizado e que em muito têm contribuído para o desenvolvimento cultural do Algarve”.

A entrega do galardão, que este ano tem uma dotação de cinco mil euros e uma medalha comemorativa, da empresa de cortiça PELCOR, que assim se associa ao Prémio Regional ‘Maria Veleda’, está prevista para o próximo mês de Novembro, em espaço e data a anunciar.

Facebook Comments

Comentários no Facebook