Turismo residencial pode activar economia algarvia

Turismo residencial pode activar economia algarvia

173
PARTILHE
Distrito de Faro tem actualmente cerca de 59 mil residentes estrangeiros
Distrito de Faro tem actualmente cerca de 59 mil residentes estrangeiros

O aumento de residentes estrangeiros no Algarve pode ajudar a pôr “a economia a rodar”, segundo a Região de Turismo, que vai reforçar a promoção do turismo residencial, segmento em que a região tem um peso de 70%.

Os dados do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras indicam que o distrito de Faro tem actualmente perto de 59 mil residentes estrangeiros, cerca de 13% da população residente na região.

À Lusa, o presidente da Região de Turismo do Algarve, Desidério Silva, explicou que o turismo residencial não pode ser visto apenas enquanto motor da actividade imobiliária porque a presença de novos residentes permite criar mais negócio, mais emprego e traduz-se também em mais receitas para as autarquias.

“Há espaço para promover o turismo residencial disponível na região”, afirmou Desidério Silva, acrescentando que existe muito património edificado na região que pode ser interessante para quem quer residir no Algarve ou ter na região uma segunda habitação.

Aposta no segmento implica oferta de qualidade

Segundo o responsável, a aposta no segmento não significa mais construção, mas sim uma oferta de qualidade.

“Isso faz-se não com mais construção, mas com a requalificação, com uma gestão do existente e com factores que levem a melhorar de uma forma significativa a qualidade da oferta”, observou.

No leque de “argumentos” para atrair cidadãos estrangeiros para o distrito de Faro, a Região de Turismo destaca o clima, as acessibilidades, o número de rotas de baixo custo que ligam a região a vários países e os campos de golfe.

“Ainda há poucos dias surgiram notícias dizendo que o Algarve é dos melhores destinos do mundo para os reformados e os idosos viverem e poderem passar os seus dias de uma forma tranquila e segura”, comentou Desidério Silva.

A promoção da região enquanto lugar apetecível para viver ou para ter uma habitação de férias é feita junto dos mercados nacional e internacional, razão por que a RTA decidiu participar na feira “Better Living in Portugal” (BLIP).

O evento está marcado para este fim-de-semana, no Portimão Arena, e é organizado pela Associação de Estrangeiros Residentes e Proprietários em Portugal.

“Pretendemos divulgar o potencial turístico do Algarve para a captação de turismo residencial, transformando quem já reside cá em embaixadores da região nos seus respectivos países de origem”, explicou Desidério Silva.

(Agência Lusa)

Facebook Comments

Comentários no Facebook