Vila Real preside Associação de Cidades Iluministas

Vila Real preside Associação de Cidades Iluministas

222
PARTILHE
Decisão foi tomada num fórum realizado em Valência
Decisão foi tomada num fórum realizado em Valência

O município de Vila Real de Santo António vai acolher a sede da Associação Internacional de Cidades e Entidades do Iluminismo (AICEI), uma estrutura que se destina à promoção conjunta da importância económica e cultural das urbes que tiveram a sua fundação no período iluminista do século XVIII.

A decisão foi tomada durante o IX Encontro Internacional da AICEI, realizado em Valência (Espanha), fórum que teve como centro de debate “O Património Histórico e a Economia da Cultura”.

Para o autarca Luís Gomes, com esta missão, Vila Real de Santo António “reforça ainda mais a sua importância como cidade iluminista e está empenhada em promover um debate amplo sobre os desafios que se colocam à regeneração urbana, tendo em vista a preservação arquitectónica e a actual situação económico-financeira”.

“O Centro Histórico de Vila Real de Santo António constitui, na actualidade, um dos melhores exemplos da arquitectura e do urbanismo do século XVIII, cuja importância levou à aprovação de um Plano de Salvaguarda do seu Núcleo Pombalino e à criação da primeira Área de Reabilitação Urbana (ARU) do país”, nota Luís Gomes.

- Pub -

Requalificação vai transformar a cidade numa referência turística e comercial

Está a ser alvo da maior operação de requalificação jamais realizada, avaliada em um milhão e meio de euros, e que está a transformar a cidade numa referência turística e comercial.

O processo, em marcha desde 2013, é financiado pelo fundo comunitário Jessica e deu origem à criação da marca “VRSA a Céu Aberto”, através da qual foi uniformizado todo o comércio e material urbano e requalificados os edifícios mais emblemáticos da cidade.

A AICEI é uma associação sem fins lucrativos, de carácter internacional, que visa estabelecer uma rede de cooperação e de estudo entre as cidades e entidades membros, promovendo a valorização e a conservação do património herdado do “Século das Luzes”.

Através das suas actividades e congressos anuais, destina-se a difundir o conhecimento e a protecção do património material e imaterial do século XVIII e a sua projecção e reflexo no século XXI, considerando que os seus valores são um elemento diferenciador para o progresso e o desenvolvimento socioeconómico.

Actualmente, a AICEI conta com 14 membros dos quais fazem parte cidades e entidades tais como Barcelona, Real Sítio de San Ildefonso/Segóvia, Almacelles, Ferrol, Valência, Es Castell/Menorca, Cádiz, Universidade de Cádiz, Madrid, Cartagena, Vila Real de Santo António e a cidade de Guatemala, onde funciona a sub-sede da AICEI para o continente ibero-americano.

Facebook Comments

Comentários no Facebook