Atrium reabre no Natal com nova vida

Atrium reabre no Natal com nova vida

244
PARTILHE
O Atrium está localizado numa das ruas mais emblemáticas do centro de Faro
O Atrium está localizado numa das ruas mais emblemáticas do centro de Faro

A Câmara de Faro, através da sua agência para o desenvolvimento local, Ambifaro, acaba de chegar a acordo com o Millennium bcp, a entidade bancária que detém os direitos de propriedade do antigo Centro Comercial Atrium, “com vista à reabertura parcial daquele espaço no próximo Natal”, segundo informa em nota de imprensa.

O Atrium – Centro Criativo da Baixa de Faro é um projecto vocacionado para a dinamização do antigo centro comercial Atrium, encerrado em Agosto de 2009 e que desde essa data se encontra devoluto.

Com uma filosofia bem diferente da que presidiu à “primeira vida” do antigo Atrium, o novo espaço abrirá para implementar projectos nas áreas criativas, como oficinas de trabalho, lojas temporárias pop-ups, workshops, exposições, mercados temáticos e espaços interdisciplinares em articulação com as entidades locais e outras infra-estruturas empresariais públicas ou privadas da região do Algarve.

Durante o período de funcionamento haverá lugar ainda para diversa animação, com música e teatro, de acordo com um programa a divulgar e que será enquadrado na Agenda de Eventos do Município.

- Pub -

Trata-se de um projecto da Ambifaro concebido em estreita articulação com a Associação Nacional de Designers, da Associação Cultural Palácio do Tenente, da Sardinha de Papel e da Associação de Desenvolvimento Comercial da Zona Histórica de Faro.

Embora não se pretenda, com esta acção, dar uma solução definitiva ao Atrium, uma vez que o imóvel continua no mercado, esta iniciativa é encarada pelo Município como “uma excelente forma de dar vida a um edifício e uma zona que preenche o imaginário colectivo dos farenses e que até agora não tinha aproveitamento de qualquer espécie, incentivando e apoiando as criações locais”. Por outro lado, “devolvendo este espaço ao convívio dos farenses, esperamos ainda ir ao encontro do número cada vez maior de turistas que nos visitam. Ressalve-se que a solução provisória encontrada não acarreta custos para o Município”, finaliza a autarquia farense.

Facebook Comments
PARTILHE
Email: jornalpostal@gmail.com

Comentários no Facebook