Catalunha vota sim em consulta ilegal

Catalunha vota sim em consulta ilegal

350
PARTILHE

artur masOs catalães deram a maioria ao “sim – sim” na consulta que o Governo da Catalunha levou a cabo ontem sobre a independência da região espanhola.

De acordo com os dados publicados pela Generalitat de Catalunya [designação oficial do Governo da Região da Catalunha] “com 100% das mesas de voto contabilizadas, participaram na votação 2.305.290 eleitores, com os seguintes resultados: 

Sim – Sim: 80,76% (1.861.7536 votos)

Sim – Não: 10,07% (232.182 votos)

- Pub -

Sim – Branco: 0,97% (212.466 votos)

Não: 4,54% (104.772 votos)

Brancos: 0,56% (12.986 votos)

Outros resultados: 3,09% (71.131 votos)”

Consulte os dados em pormenor (VER) 

Recorde-se que aos catalães foram colocadas duas perguntas no boletim de voto, uma primeira com a questão “Deseja que a Catalunha se torne um Estado?” e uma segunda, onde se questionava “Em caso afirmativo, deseja que que este Estado seja independente?”.

Uma expressiva votação de 80,76% escolheu o “sim – sim” pela criação de um Estado independente de Espanha, revelam os dados finais oficiais.

Com a opção “sim” a que a Catalunha seja um Estado mas “não” a que seja independente votaram 10,07% (232.182 eleitores).

Recorde-se que a consulta realizada pelo Governo Regional da Catalunha, a que preside Artur Mas, foi programada inicialmente para ser um referendo, mas o braço-de-ferro com o Governo espanhol liderado por Mariano Rajoy acabou por ditar a ilegalidade do escrutínio, determinada pelo Tribunal Constitucional espanhol.

Ainda assim o Governo de Mas manteve a votação com carácter meramente consultivo, uma decisão que poderá custar ao líder catalão ver-se a braços com a Justiça espanhola.

Facebook Comments

Comentários no Facebook