‘Discursos Directos’ com Lídia Jorge em Loulé

‘Discursos Directos’ com Lídia Jorge em Loulé

374
PARTILHE
Lídia Jorge tem uma vasta obra publicada
Lídia Jorge tem uma vasta obra publicada

A Biblioteca Municipal Sophia de Mello Breyner Andresen, em Loulé vai receber no próximo dia 25, pelas 21 horas, mais uma sessão da iniciativa “Discursos Directos”, desta feita, com a presença da escritora Lídia Jorge, que será apresentada pelo reitor da Universidade do Algarve, António Branco.

Romancista e contista portuguesa, Lídia Jorge nasceu em 1946, em Boliqueime. Viveu os anos mais conturbados da Guerra Colonial em África.

Foi membro da Alta Autoridade para a Comunicação Social e integrou o Conselho Geral da Universidade do Algarve. O tema da mulher e da sua solidão é uma preocupação central da sua obra.

Nestes últimos anos, Lídia Jorge publicou ‘O Vento Assobiando nas Gruas’ (2002), romance que mereceu o Grande Prémio da Associação Portuguesa de Escritores e o Prémio Correntes d’Escritas.

‘Combateremos a Sombra’, publicado em Portugal em 2007, recebeu em França o Prémio Michel Brisset 2008, atribuído pela Associação dos Psiquiatras Franceses. Com chancela da Editora Sextante, publicou em 2009, o livro de ensaios ‘Contrato Sentimental’, reflexão crítica sobre o futuro de Portugal. Seguiu-se-lhe o romance ‘A Noite das Mulheres Cantoras’ (2011) e, em Março de 2014, ‘Os Memoráveis’, o seu mais recente romance.

De forma a potenciar a deslocação da escritora, será realizada no mesmo dia, às 15.30, uma tertúlia no Colégio Internacional de Vilamoura.

Esta iniciativa está inserida nas comemorações dos 40 anos do 25 de Abril.

Facebook Comments

Comentários no Facebook