Dislexia é tema de debate em Loulé

Dislexia é tema de debate em Loulé

256
PARTILHE
Sandra Correia, professora de Educação Especial, vai falar sobre a temática na biblioteca municipal
Sandra Correia, professora de Educação Especial, vai falar sobre a temática na biblioteca municipal

A Biblioteca Municipal de Loulé vai acolher no próximo dia 12, quarta-feira, pelas 18.30 horas, uma sessão subordinada ao tema “Dislexia: compreender para intervir”.

Para falar deste tema vai marcar presença Sandra Correia, professora de Educação Especial do Agrupamento de Escolas Engenheiro Duarte Pacheco e do Centro de Formação de Associação de Escolas “Do litoral à serra”. É especializada em Problemas de Cognição e Multideficiência e em Ciências da Educação e da Formação, Mestre em Ciências da Educação e da Saúde. Formadora dos CFAE, no âmbito da Educação Especial, tem vasta experiência na coordenação concelhia e distrital da Educação Especial (dez anos na DREAlg).

Após a apresentação de uma exposição acerca do tema, com a duração de aproximadamente 45 minutos, haverá espaço para conversa e partilha de ideias com o público presente.

De realçar, que nesta sessão serão abordadas várias temáticas relacionadas com este transtorno de aprendizagem, desde as metodologias e estratégias de ensino mais adequadas, passando pela actuação dos docentes, quer de Ensino Regular quer de Educação Especial, e pelo envolvimento parental, até à avaliação autêntica do aluno disléxico.

O que é a dislexia

A dislexia é uma perturbação de origem neurobiológica que se traduz em dificuldades específicas na leitura e na escrita, as quais são identificadas, geralmente, no decurso da alfabetização. Trata-se de uma falha no processo de aquisição da linguagem, mais especificamente no processamento da informação de origem fonológica, sem quaisquer causas culturais, intelectuais e/ou emocionais.

Os indivíduos disléxicos possuem um nível de inteligência normal, muitas vezes acima da média, e uma grande aptidão para determinadas áreas; as suas dificuldades de aprendizagem manifestam-se numa discrepância entre o seu potencial intelectual e o seu desempenho escolar, causando, usualmente, baixa auto-estima e insegurança.

Assim, para além de compreender e integrar o conceito de dislexia, é urgente dotar os pais, os educadores, os docentes e demais profissionais de educação de ferramentas que lhes permitam, por um lado, perceber os sinais de alerta e atenuar os efeitos desta problemática e, por outro, contribuir para a melhoria contínua do desempenho das crianças disléxicas.

A sessão está integrada no Ciclo “Conversas de Graúdos sobre Miúdos”, dirigido a pais, professores, educadores e público em geral e decorre mensalmente, até Junho de 2015.

Facebook Comments
PARTILHE
Email: jornalpostal@gmail.com

Comentários no Facebook