‘Ser e Devir’ em exposição no Museu de Portimão

‘Ser e Devir’ em exposição no Museu de Portimão

218
PARTILHE
Exposição pretende fazer reflectir sobre a emigração portuguesa no norte da Europa
Exposição pretende fazer reflectir sobre a emigração portuguesa no norte da Europa

O Museu de Portimão inaugura no próximo sábado, pelas 18 horas, a exposição “Ser e Devir”, inserida num projecto do fotógrafo Virgílio Ferreira sobre emigração, em particular de Portugal para o norte da Europa.

Com esta mostra fotográfica, patente no Museu de Portimão até 30 de Novembro, o autor procura representar ideias de identidade híbrida e explorar conceitos do “Terceiro Espaço”, do “Velho e do Novo”, bem como a polaridade de viver entre culturas, idiomas, paisagens e fronteiras estrangeiras, através de uma série de instantâneos que são olhares sobre um novo contexto sócio e geocultural no país e na Europa.

Virgílio Ferreira nasceu no Porto e recentemente concluiu um mestrado de fotografia na Universidade de Brighton, tendo exposto o seu trabalho na Europa, Médio Oriente, Estados Unidos e sudeste Asiático, o qual foi galardoado com o Prémio Europeu 1000 Words Award e o Prémio Internacional de Fotografia DST – Encontros da Imagem.

Para além do Museu de Portimão, esta exposição itinerante tem passagens pelo Museu do Douro, Encontros da Imagem, em Braga, Museu Nacional Soares dos Reis, do Porto, Centro Cultural Adriano Moreira, de Bragança, e Festival Inshadow, de Lisboa, num projecto apoiado pela Direcção-Geral das Artes que também integra a exposição colectiva “The Other European Travellers”, cujo tema é a emigração do sul para o norte da Europa e que até 2015 passará por algumas cidades europeias, como Sevilha, Londres ou Marselha, entre outras.

Facebook Comments

Comentários no Facebook