Orquestra Clássica do Sul brilha no Natal e Ano Novo

Orquestra Clássica do Sul brilha no Natal e Ano Novo

411
PARTILHE
A Orquestra Clássica doSul preparou como sempre concertos de excepção para a época de Natal e de Ano Novo
A Orquestra Clássica doSul preparou como sempre concertos de excepção para a época de Natal e de Ano Novo

A Orquestra Clássica do Sul termina a sua digressão de concertos de Natal amanhã em Faro, no Teatro das Figuras, pelas 23 horas, depois de ter passado por São Brás de Alportel, Quarteira, Torrão, no concelho de Alcácer do Sal, e Ayamonte, em Espanha.

À semelhança dos anteriores concertos de Natal, a orquestra conta em Faro com a direcção John Avery. O programa será bastante diversificado, desde a música sacra à clássica, passando por temas da Disney e canções tipicamente natalícias. Vão ainda poder ouvir-se obras de Mozart, Bach, Frank Churchill, Prokofiev, Adolphe Adam, Waldteufel, Irving Berlin, Delibes, entre outros, para além da estreia de uma peça composta pelo próprio maestro John Avery.

Concertos de Ano Novo

Já para o Ano Novo a Orquestra Clássica do Sul tem datas agendadas para o Cine-teatro Louletano a 1 de Janeiro, pelas 17 horas, Lagoa, no dia 2, no Auditório Municipal, e no dia 3, na Igreja do Carmo em Tavira, ambos às 21.30 horas.

- Pub -

A batuta estará nas mãos do maestro convidado Maxime Tortelier e no repertório pode encontrar-se “Water Music” de Haendel, “Pavana” de Fauré, “Habanera” de Chabrier, obras de Thomas e Rossini e, ainda, obras tradicionais do espírito vienense, onde não vão faltar polcas e valsas da família Strauss e as danças de Brahms.

Maxime Tortelier é considerado um talento entusiasmante emergente no panorama internacional da direção de orquestras, desde a sua prestação como Jovem Maestro Associado Leverhulme na Orquestra Sinfónica de Bournemouth, em Inglaterra.

Facebook Comments

Comentários no Facebook