Bruxelas financia seis empresas portuguesas para promover inovação

Bruxelas financia seis empresas portuguesas para promover inovação

217
PARTILHE
Cada empresa vai receber 50 mil euros no âmbito do Programa Horizonte 2020
Cada empresa vai receber 50 mil euros no âmbito do Programa Horizonte 2020

A Comissão Europeia seleccionou seis empresas localizadas em Portugal para receberem 50 mil euros cada uma para estudos de viabilidade, no âmbito do Programa Horizonte 2020, que promove a inovação na Europa.

Hoje foi divulgado, em Bruxelas, que 277 Pequenas e Médias Empresas (PME) dos 28 Estados-membros foram seleccionadas para receberem, no total, 117 milhões de euros em bolsas para financiamento das suas actividades.

Estas bolsas são concedidas ao abrigo do instrumento de apoio às PME que faz parte do programa Horizonte 2020, gerido politicamente pelo comissário português Carlos Moedas, que tem a seu cargo a pasta da Investigação, Ciência e Inovação na Comissão Europeia.

Para financiar actividades de inovação e planos de negócio, Bruxelas seleccionou 78 PME, de 18 países, para receberem o total de 108 milhões de euros.

- Pub -

Não existe neste caso qualquer empresa portuguesa, sendo os países com mais empresas beneficiadas Espanha (12), Reino Unido e Holanda (10 cada um) e França (9).

Já para estudos de viabilidade foram seleccionadas 199 empresas de 25 países, envolvidas em 178 projectos, que irão receber no total nove milhões de euros. Por cada projecto, cada participante irá receber 50 mil euros para estudos de viabilidade.

Espanha lidera como o país com mais beneficiários

Entre os beneficiários, neste caso, estão seis empresas localizadas em Portugal: Bluecover Technologies (Portalegre), Stab Vida (Oeiras), UBQ — unidade Química (Funchal), Unbabel (Samora Correia), Xhockware (Porto), Ynvisible (Cartaxo).

Nesta categoria, Espanha continua a liderar como o país com mais beneficiários, com 71, seguindo-se Itália (59) e Reino Unido (46).

A Comissão Europeia anunciou ainda hoje o lançamento de uma iniciativa-piloto no âmbito do Programa Horizonte 2020 que, entre 2015 e 2016, vai mobilizar 200 milhões de euros para promover a entrada de novas ideias no mercado, reduzindo o tempo que demora entre a viabilidade de uma aplicação inovadora e a sua comercialização.

As propostas com vista a serem financiadas por esta iniciativa podem ser submetidas em três vezes: até 29 de Abril, 1 de Setembro e 1 de Dezembro.

(Agência Lusa)

Facebook Comments

Comentários no Facebook