Novo terminal da EVA avança a bom ritmo

Novo terminal da EVA avança a bom ritmo

377
PARTILHE
As obras decorrem dentro dos prazos junto ao Hotel EVA em Faro
As obras decorrem dentro dos prazos junto ao Hotel EVA em Faro

As obras de construção do novo terminal de autocarros de Faro já decorrem e avançam, segundo declarações de um dos técnicos da obra ao Postal, dentro dos prazos previstos.

No terreno pode já ver-se o edifício que acolherá café, sala de espera e casas de banho, bem como os pilares de sustentação da pala de grandes dimensões que servirá de cobertura à área do terminal dedicada ao aparcamento dos autocarros, embarque e desembarque de passageiros.

O novo terminal, que está a nascer na zona contígua ao hotel EVA em Faro, junto ao actual terminal da EVA, servirá os autocarros urbanos, continuando o antigo terminal a funcionar para os autocarros de serviço inter-urbano, nacional de longo curso e internacional.

A previsão do fim das obras está definida para Julho deste ano e o projecto tem um custo final previsível de 600 mil euros.

- Pub -

Segundo Carlos Osório Gomes, administrador da EVA e também presidente da empresa PXM, “o terminal executado e explorado pela empresa concessionária dos transportes urbanos em Faro, a PXM, pelo período de 20 anos, reverterá para a autarquia”.

No acto de lançamento do projecto o autarca Rogério Bacalhau realçou que uma vez concluído o terminal “teremos um equipamento moderno, com condições de segurança, conforto e proximidade para os nossos munícipes”.

Recorde-se que A PXM tem uma frota de 29 autocarros urbanos que operam em Faro sob a marca ‘Próximo’ e que, em 2013, percorreram mais de um milhão de quilómetros, num total de mais de 1,3 milhões de viagens realizadas nos nove circuitos urbanos e seis linhas.

Entre os autocarros ao serviço na capital do Algarve está um autocarro tipo mini-bus 100% eléctrico, o primeiro do país, que circula desde Junho do ano passado numa experiência piloto que se espera possa vir a servir como base de arranque da produção deste modelo, com carroçaria da empresa Irmãos Mota de Vila Nova de Gaia, em regime intensivo.

O estacionamento

Entretanto a implantação do terminal implicou o desaparecimento de cerca de 70 lugares de estacionamento que ali existiam com utilização gratuita.

Uma perda compensada, relativamente, pela entrada em funcionamento dos lugares de estacionamento criados ao longo da Avenida Joaquim Belchior entre a rotunda do Instituto Português da Juventude e a Escola de Hotelaria e Turismo do Algarve, também na zona do centro da cidade.

Os 73 lugares de estacionamento ali criados são também de utilização gratuita, esclareceu ao POSTAL a autarquia.

Facebook Comments

Comentários no Facebook