Querença prepara-se para a Festa das Chouriças

Querença prepara-se para a Festa das Chouriças

290
PARTILHE
As típicas chouriças assadas, acompanhadas com pão caseiro e vinho da região, vão fazer as delícias dos visitantes
As típicas chouriças assadas, acompanhadas com pão caseiro e vinho da região, vão fazer as delícias dos visitantes

Querença volta a ser palco da já tradicional Festa das Chouriças em Honra de S. Luís no próximo dia 18, um domingo.

Numa iniciativa promovida pela Comissão de Festas da Paróquia, com o apoio da União de Freguesias de Querença, Tôr e Benafim, da Câmara Municipal de Loulé e da Casa do Povo de Querença, a festa terá início no dia 17, com uma grandiosa Noite de Fados, que decorrerá na Casa do Povo de Querença pelas 21 horas.

Já no domingo, a partir das 11 horas, e durante a tarde, os visitantes podem degustar a chouriça assada nos vários estabelecimentos de Querença, alguns localizados no Largo da Igreja.

A celebração religiosa terá início às 15 horas, com a missa na Igreja de Nossa Senhora da Assunção, presidida pelo padre Carlos Matos, à qual se seguirá a procissão solene com a imagem de S. Luís, pelas ruas da aldeia.

- Pub -

Pelas 16.30 terá início o habitual e sempre animado leilão de chouriças, onde o público poderá participar e adquirir a rainha da festa, a chouriça. Pelas 17.30, a Tuna da Luz de Tavira vai animar o Largo da Igreja.

A festa encerra com um baile no Salão de Festas da Casa do Povo de Querença, animado pela acordeonista Telma Santos, a partir das 19 horas.

Durante o dia, das 10 às 18 horas, vai estar patente ao público uma exposição e venda de artesanato e produtos locais, representativos da região.

As raízes deste evento remontam a uma época em que, no interior algarvio, as famílias tinham o hábito de criar o seu porco para sustento ao longo do ano. Era igualmente tradição pedir a S. Luís, patrono dos animais, que conservasse em boas condições o porco, para garantir a alimentação do agregado familiar. Em forma de gratidão as famílias ofereciam ao Santo Protector as melhores chouriças caseiras. A crença diz que em Janeiro é tempo de glorificar o Santo que ajudou na criação dos animais.

Como tal, é tradição entre os agricultores desta zona, caso os animais tenham uma vida saudável até à Festa da Matança, que se realiza no início do ano, oferecer uma ou mais chouriças a S. Luís, sendo as restantes leiloadas, em conjunto com outras ofertas, num leilão bastante concorrido.

A festa tem entrada livre.

Facebook Comments

Comentários no Facebook