Turismo do Algarve reclama mais apoios do Estado

Turismo do Algarve reclama mais apoios do Estado

218
PARTILHE
Desidério Silva diz que destinar verbas para o turismo não é um gasto, é um investimento
Desidério Silva diz que destinar verbas para o turismo não é um gasto, é um investimento

O presidente do Turismo do Algarve, Desidério Silva, reclamou hoje mais apoio financeiro por parte do Estado para valorizar a região, enquanto marca, e promover eventos durante todo o ano.

O responsável, que falava em Lisboa na apresentação do Plano de Marketing Estratégico para o Turismo do Algarve 2015-2018, referiu que se reuniu na terça-feira com o presidente do Turismo de Portugal, a quem pediu mais apoio para a promoção da região algarvia.

“Disse-lhe que precisava de uma candidatura para valorizar a marca Algarve como destino e uma candidatura para o plano de marketing de três anos, que tem algumas acções que precisam de um reforço financeiro”, afirmou.

Desidério Silva sublinhou que faltam investimentos em infra-estruturas e em promoção de eventos na região e que Governo deveria perceber que destinar verbas para o turismo “não é um gasto, é um investimento”.

- Pub -

“É sempre complicado convencer a tutela de que investir na realização de eventos não é gastar, é investir. Nós não temos saída se não houver apoios e o Algarve tem de ser valorizado todo o ano e não só em Julho e Agosto”, sustentou.

Turismo do Algarve tem orçamento de cerca de seis milhões de euros

O presidente do Turismo do Algarve disse acreditar que apostar na realização de eventos em Março, Abril, Maio e Outubro “é fundamental” para a região.

No Plano de Marketing Estratégico 2015-2018, o Turismo do Algarve não tem ainda uma verba total definida, mas para este ano tem um orçamento de cerca de seis milhões de euros.

Segundo o documento, os produtos estratégicos vão continuar a ser o sol e mar, o golfe e turismo residencial. A nova aposta está relacionada com o turismo de negócios, turismo de natureza e turismo náutico.

Para a concretização do plano, os responsáveis do Turismo do Algarve destacaram a necessidade de criar uma rede de ligação com os mercados internacionais.

França é o país em que se deve reforçar a aposta de mercado, uma vez que se tem registado um aumento de turistas nos últimos dez anos, referiram os mesmos responsáveis.

Na conferência de hoje em Lisboa, os responsáveis do Turismo do Algarve fizeram ainda um balanço de 2014, ano em que se registou o maior número de dormidas dos últimos dez anos na região, 16,4 milhões.

O Reino Unido, Alemanha e Holanda continuam a ser os países que levam mais turistas para o Algarve.

(Agência Lusa)

Facebook Comments

Comentários no Facebook