Arandis Editora dedica prémio de poesia a Manuel Neto dos Santos

Arandis Editora dedica prémio de poesia a Manuel Neto dos Santos

561
PARTILHE
Manuel Neto dos Santos é uma figura de referência da cultura algarvia
Manuel Neto dos Santos é uma figura de referência da cultura algarvia

A Arandis Editora, projecto editorial algarvio, decidiu homenagear o poeta algarvio Manuel Neto dos Santos, que este ano comemora 25 anos de publicações, com a criação do Prémio Literário de Poesia Manuel Neto dos Santos.

O Prémio terá uma cerimónia de apresentação formal, que decorrerá no Auditório da Caixa de Crédito Agrícola de São Bartolomeu de Messines e São Marcos da Serra, em São Bartolomeu de Messines, no próximo sábado, dia 30, pelas 17 horas, num evento aberto ao público em geral.

No entanto, os interessados em participar na edição deste ano do Prémio Literário de Poesia Manuel Neto dos Santos, poderão fazê-lo desde já, terminando o prazo de entrega dos trabalhos no próximo dia 10 de Junho.

Quem é Manuel Neto dos Santos

Joaquim Manuel Neto dos Santos, nasceu em Alcantarilha, a 21 de Janeiro de 1959. Poeta, actor, declamador, Manuel Neto dos Santos é uma figura de referência da cultura algarvia.

A festejar, este ano, os 25 Anos de Publicações, Manuel Neto dos Santos publicou o seu primeiro livro de poesia, “O Fogo, a Luz e a Voz”, em Dezembro de 1988.

Seguiram-se “Atalaia” (1989), “Trovas de Um Homem da Terra” (1991), “No País de Amália” (1992), “De Deus a Algazarra dos Silêncios” (1996), “Idílios de Al-Buhera” (1996), “Poesia Algarve 2” (1999), “Subsídios para a História da Poesia do Algarve” (2000), “Ídola” (2002), “Versos de Redobre” (2004), “Safra” (2011), “Sulino” (2012), “Claves do Sol e da Lua” (2013), “O Corpo como Nudez” (2014), “O Viandante das Palavras” (2014).

Os seus trabalhos têm merecido as melhores críticas, que têm sido publicadas em vários órgãos de comunicação social, tendo recebido públicos elogios de nomes como: Luís Monteiro Pereira, João Baião Thomaz, Jesus Seixas, Vicente Campinas, Teodomiro Neto, Teresa Bernardino, Bárbara Delfina Ramos, Diamantina Negrão, João Vasco Reys, Rogério Silva, Fernando Cabrita, Cónego Clementino de Brito, Esmeralda Alves, Jorge Ferro Rosa e António Serzedelo, entre muitos outros.

A sua subida aos palcos da representação deu-se ainda na infância, tendo passado por vários palcos do Algarve e do país, com representações brilhantes de declamações tocantes.

Em 2000 editou um CD com declamações, nos Açores.

É autor do prefácio de várias obras editadas, principalmente ao nível da poesia e, a sua obra “Subsídios para a História da Poesia do Algarve”, com mais de 1000 páginas impressiona pelo rigor e volume do seu trabalho.

Apaixonado pela grés vermelha de Silves, tem sempre vivido neste concelho, nas freguesias de Alcantarilha, Algoz e, actualmente, São Bartolomeu de Messines.

Nas comemorações dos seus 25 de Anos de Edições, viu a fotobiografia apresentada em Sessão Solene no Salão Nobre da Câmara Municipal de Silves, no Dia da Cidade.

Alcantarilha, sua terra natal, prestou-lhe homenagem com a colocação de um painel de azulejos com um poema de sua autoria no Largo da Igreja Matriz, enquanto a Casa do Povo de Alcantarilha atribuía o seu nome à sala de leitura da biblioteca.

Prémio Literário de Poesia Manuel Neto dos Santos

Podem concorrer ao Prémio Literário de Poesia Manuel Neto dos Santos os poetas que se expressem em língua portuguesa. As obras a concurso não devem ultrapassar os 100 poemas, podendo conter variadas formas poéticas e devendo ser inéditas na totalidade.

As obras a concurso devem ser enviadas para: Arandis Editora, Rua Camilo Castelo Branco N.º 26 – 8200-276 Albufeira, em envelope fechado e sob pseudónimo, contendo um envelope fechado com a identificação do autor, que deverá conter o seu nome completo, forma de contacto e nome literário a figurar na obra publicada.

Só serão consideradas as obras recebidas até ao 10 de Junho de cada ano, sendo o nome do vencedor anunciado no dia 3 de Setembro de cada ano. A Arandis Editora poderá atribuir um ou mais Prémios de Menção Honrosa e escolherá 3 poetas que constituirão o júri.

A obra vencedora terá como prémio a publicação da obra, recebendo o autor 50 exemplares da mesma, sendo a data da apresentação agendada por acordo entre a Arandis Editora e o autor, devendo a apresentação decorrer, sempre, no Algarve.

A obra vencedora conterá na capa a informação de “Vencedor do Prémio Literário de Poesia Manuel Neto dos Santos”.

Os envelopes com a identificação dos autores das obras não premiadas não serão abertos, nem os manuscritos devolvidos.

Mais informações disponíveis em http://www.arandiseditora.pt/ .

Facebook Comments

Comentários no Facebook