FIESA espera 100 mil visitas

FIESA espera 100 mil visitas

546
PARTILHE
Centenas de trabalhos, da autoria de escultores de vários países, dão vida ao tema ‘Música’
Centenas de trabalhos, da autoria de escultores de vários países, dão vida ao tema ‘Música’

Cerca de 100 mil pessoas são esperadas na 13.ª edição do FIESA, a maior exposição de esculturas de areia do mundo, que decorre até 20 de Outubro em Pêra, no concelho algarvio de Silves, avançou a organização.

O FIESA apresenta como tema a “Música”, com uma centena de trabalhos da autoria de escultores de vários países, a maioria dos quais que se mantêm do ano passado, que retratam pessoas, objectos e cenários distribuídos ao longo dos 15 mil metros quadrados do recinto.

Mariza, Pedro Abrunhosa, Xutos e Pontapés, Mozart ou Michael Jackson são alguns dos artistas reproduzidos em areia, em esculturas que chegam a atingir os 15 metros de altura.

Na zona central do recinto, Amália Rodrigues ocupa um espaço de destaque com uma obra dedicada ao fado, estilo musical que, em 2011, foi declarado em 2011 pela UNESCO como Património Imaterial da Humanidade.

“A música, como é um tema universal, apreciado por adultos e crianças, é muito abrangente, o que levou a organização a manter a maioria das esculturas da edição anterior, incluindo uma ou outra alteração”, disse à agência Lusa Filipe Martins, assistente de produção do evento.

Cerca de cem esculturas ocupam uma área de 15 mil metros quadrados

Filipe Martins acrescentou que a decisão de manter o tema e a maioria das obras do ano passado, tem a ver com a mudança de localização do evento, “para uma zona que permitirá abranger várias áreas, com a criação de outras infra-estruturas”.

“O objectivo é tentarmos conseguir criar algo que se mantenha ao longo de todo o ano, sendo certo que a edição de 2016 terá outra localização”, sublinhou aquele responsável, escusando-se a revelar mais pormenores sobre o projecto.

Ao longo dos seis meses da exposição, a organização estima repetir o número de 100 mil visitas registado em 2014.

“Temos tido um número de visitantes estável, com pequenas oscilações em alguns meses, mas, no geral, estável”, frisou.

As cerca de cem esculturas ocupam uma área de 15 mil metros quadrados, tendo sido utilizadas 40 mil toneladas de areia.

Durante a exposição, o público pode experimentar e mostrar as suas capacidades criativas nesta forma de expressão artística, num espaço lúdico disponibilizado para a realização de esculturas em areia.

Situado entre a Estrada Nacional 125 e a auto-estrada A22, entre Pêra e Algoz, no concelho de Silves, o Fiesa vai estar aberto até 20 de Outubro, funcionando, até 1 de Junho, entre as 10 e as 19 horas.

Nos períodos entre 2 de Junho e 14 de Julho encerrará às 22, entre 15 Julho e 15 Setembro, encerrará às 24, e entre 16 Setembro e 20 de Outubro, funcionará entre as 10 e as 20 horas.

(Agência Lusa)

Facebook Comments

Comentários no Facebook