‘Lagos: Memórias da Cidade’ é tema de Arte Doce em Lagos

‘Lagos: Memórias da Cidade’ é tema de Arte Doce em Lagos

433
PARTILHE
Doceiras participantes no concurso Arte Doce vão pôr a imaginação e memória à prova
Doceiras participantes no Concurso Arte Doce vão pôr a imaginação e a memória à prova

A XXVIII edição da Feira Concurso Arte Doce vai decorrer no último fim-de-semana de Julho (24 a 26), entre as 18 e as 24 horas, no Pavilhão Municipal de Lagos.

Durante três dias, a doçaria tradicional do Algarve ocupará lugar de destaque, mas a feira conta, igualmente, com a presença de vários artesãos locais e da região. A animação musical será este ano uma vertente bem marcada, com concertos já previstos da banda Pulso, José Cid e The Black Mamba.

Recorde-se que esta Feira Concurso tem procurado, desde 1987, contribuir para a preservação de uma das tradições mais genuínas e apreciadas na região – a doçaria, sobretudo à base de amêndoa e figo. Hoje pode não ser o único evento do género a realizar-se na região algarvia, mas continua a ter uma identidade muito própria, também devido ao facto de ter aliado à Feira uma vertente de Concurso.

“Lagos: Memórias da Cidade” foi o tema obrigatório escolhido para esta edição, e que permitirá às doceiras participantes pôr a imaginação e memória à prova. Cada vez mais o quotidiano afasta-se das vivências da tradição e do costume, fazendo com que a memória deixe de ser encontrada no tecido social, necessitando de lugares especiais para ser guardados, em particular nos museus, nos arquivos, bibliotecas, lugares estes encarregues de preservar a lembrança do passado.

“Este ano, e para que Lagos seja cada vez mais uma aventura de descoberta destas memórias e deste importante património imaterial, pretendemos contribuir para a preservação desta memória colectiva e para a valorização da identidade local e de aspectos que podem estar ligados a uma lembrança pessoal, um lugar de infância ou a uma actividade tradicional”, afirma a entidade organizadora.

Assim, “Lagos: Memórias da Cidade”, terá como ponto de partida “estas memórias individuais, convidando-se as doceiras a retratar, em doce, aspectos ou lugares que tenham vivenciado no seu passado e/ou que, eventualmente, possam não ser do conhecimento dos visitantes da feira, ou das gerações mais novas”.

Além da constante animação musical e de um espaço próprio da Biblioteca Municipal para os mais pequenos ocuparem o seu tempo de forma divertida e educativa, haverá um espaço dedicado aos “comes e bebes”, com tasquinhas.

A 28ªedição da Arte Doce é organizada pela Câmara de Lagos e conta com os apoios das juntas de freguesia do concelho, da empresa municipal Lagos-em-Forma, Turismo do Algarve, e de alguns restaurantes do concelho.

Programa

Dia 24 de Julho / Sexta

18H00 – Abertura da Feira

– Banda Juvenil da Sociedade Filarmónica Lacobrigense 1º. de Maio

19H00 – Animação pelo Grupo de Percussão da Sociedade Filarmónica Lacobrigense 1º. de Maio

22H00 – Espectáculo com José Cid

24H00 – Encerramento

Dia 25 de Julho / Sábado

18H00 – Abertura da Feira

18H30 – Animação pela Academia de Música de Lagos

19H00 – Demonstração de Zumba – “ Lagos em Forma”

20H30 – Labcooking com o Chef Lima

22H00 – Banda Pulso

24H00 – Encerramento

Dia 26 de Julho / Domingo

18H00 – Abertura da Feira

18H30 – Entrega dos Prémios referentes aos Concursos “Arte Doce” e “Qualidade na Tradição”

19H30 – Animação pelo Teatro Experimental de Lagos

20H30 – Projecto Palato (Arte, Gastronomia, Património)

22H00 – Espectáculo com The Black Mamba

24H00 – Encerramento

Facebook Comments

Comentários no Facebook