Aljezur e Universidade unidos no estudo do mercado de surf

Aljezur e Universidade unidos no estudo do mercado de surf

410
PARTILHE
Protocolo estabelece alicerces para um estudo sobre o mercado do surf no concelho
Protocolo estabelece alicerces para um estudo sobre o mercado do surf no concelho

A Câmara de Aljezur, liderada por José Amarelinho, aprovou ontem a proposta de estudo/trabalho para a análise, caracterização e desenvolvimento do surf no município de Aljezur.

Esta aprovação dá continuidade ao protocolo entre a autarquia e a Universidade do Algarve (UAlg) celebrado entre o autarca José Amarelinho e o reitor da UAlg, António Branco, que pretende estudar o nicho de mercado do surf e o seu impacto actual e potencial no município de Aljezur.

A proposta de estudo elaborada pela UAlg está assim aprovada e os trabalhos de investigação, revela a autarquia, “serão desenvolvidos por uma equipa multidisciplinar da Universidade do Algarve em estreita colaboração com a Câmara de Aljezur e com os agentes locais representativos do sector, no Município de Aljezur”.

Entre outros objectivos do estudo a realizar a autarquia destaca “o estabelecimento de termos de referência para identificação do produto turístico surf no Município; a caracterização do perfil do turista e matriz das empresas que atuam em cadeia no sector, que posicionem e potenciem o valor do surf no Município, organizando as respostas dos responsáveis autárquicos e outros, no domínio da regulação e cooperação estreita entre todos os agentes; a construção de instrumentos de gestão sustentáveis, que permitam um acompanhamento, monitorização e controlo do produto turístico surf no Município e a proposta de um modelo estratégico composto por um conjunto de orientações, directrizes estratégicas, genéricas e específicas, que farão parte do estudo final a ser apresentado publicamente.

O trabalho permitirá, defende a Câmara, “uma eficiente caracterização do Surf no Município, enquanto produto turístico ordenado, competitivo e sustentável”.

Facebook Comments

Comentários no Facebook