Janela e espelho

Janela e espelho

516
PARTILHE
Ana Amorim Dias Escritora *
Ana Amorim Dias *

A certa altura quase deixei de a ouvir. Quer dizer, estava a escutá-la com a consciência e o cérebro, mas a minha alma, embalada pelo Billy Paul a cantar “Me and ms. Jones”, abraçava aquela partilha com uma tal emoção que me confirmou mais um dos meus amores eternos.

Não saíamos juntas e sozinhas há muitos meses, mas recuperámos totalmente o tempo perdido com as mesmas infindáveis horas de ininterrupta conversa e sentidas gargalhadas que sempre nos recordam as razões desta paixão.

– E isso foi a melhor coisa que te aconteceu na vida… – disse ela quando a deixei em casa.

Começar a escrever foi tudo isso e mais, realmente.

– A “melhor coisa que já me aconteceu na vida” foram tantas coisas, em tantos momentos diferentes… E uma delas foste tu! – respondi-lhe com toda a verdade.

Voltei para casa a ouvir a “Canção de mim mesmo” dos Black Mamba. “…sou janela e espelho por onde te vês… sou o sol que depois da chuva, brilha outra vez…”

A amizade é isto, pensei, completamente feliz.

* Escritora

www.anaamorimdias.blogspot.com

anamorimdias@gmail.com

Facebook Comments

Comentários no Facebook